Vale Fertilizantes diz que não tem interesse de realizar mineração no Barreiro e nega colocar rejeitos no rio Capivara

Em entrevista ao Blog do Germano do Afonso, a mineradora Vale Fertilizantes informa que não tem interesse de realizar mineração na Estância Hidromineral do Barreiro, que é tombada. A Vale afirma ainda na entrevista que não coloca rejeitos no rio Capivara. A mineradora tentou justificar o fato da mineradora ser apontada pela comunidade como uma empresa que não apoia nenhum projeto social, esportivo ou cultural desenvolvido em Araxá apontando diversas ações realizadas quando a empresa ainda não era controlada pela Vale Fertilizantes. As perguntas foram enviadas via e-mail para a mineradora Vale no dia 5 de agosto e respondidas ontem, dia 9 de setembro.

Confira a entrevista com a Vale Fertilizantes:

Blog: A empresa Vale Fertilizantes está sendo acusada constantemente pelo vereador Sargento Amilton na Câmara Municipal de poluir o rio Capivara. O parlamentar afirma que o rio é utilizado como depósito de rejeitos pela Vale Fertilizantes. A Polícia Militar do Meio Ambiente já registrou esse problema em vários boletins de ocorrência. O que a empresa tem a dizer sobre a poluição do rio Capivara? Por que o problema não é solucionado?
A Vale Fertilizantes não coloca rejeitos no Rio Capivara. Os efluentes de seus processos industriais são direcionados para a barragem de contenção da empresa, onde 82% da água é reutilizada. Visando sempre a melhoria de seus processos, a Vale continua investindo e, atualmente, está finalizando a construção de um novo sistema de recirculação de água. Paralelamente, a empresa está investindo no alteamento da barragem existente.

Blog: Nos últimos dias surgiram boatos de que a Vale Fertilizantes poderia encerrar as suas atividades em Araxá devido ao baixo teor de fosfato em sua mina. A produção da Vale em Araxá é o que a empresa espera ou está aquém do esperado? Existe a possibilidade da empresa encerrar as suas atividades em Araxá?
A Vale Fertilizantes reafirma que as operações em sua unidade de Araxá são importantes e deverão continuar gerando benefícios para o município. O Complexo Mineroquímico de Araxá é o maior complexo de produção de fertilizantes de baixa concentração no mundo.

Blog: Moradores do bairro Boa Vista, que fica próximo da Vale Fertilizantes, reclamam muito do mau cheiro de uma fumaça que sai da empresa no período noturno. Esses moradores dizem que a fumaça é proveniente da fábrica de ácido sulfúrico. De onde sai essa fumaça? Quais são as medidas adotadas pela empresa para evitar qualquer tipo de poluição que pode ser causada pela fábrica de ácido sulfúrico?
As unidades do Complexo Mineroquímico de Araxá operam de forma contínua, 24 horas por dia, sem diferenciação entre períodos diurnos e noturnos. A planta de ácido sulfúrico utiliza uma tecnologia de ponta, com uma eficiência de 99,7%, ou seja, para cada 100 Kg de matéria-prima inserida na planta, 99,7 kg são convertidos em ácido sulfúrico. Os 0,3% de emissão estão dentro dos padrões exigidos pelo órgão ambiental e são inodoros, não causando prejuízos ao meio ambiente e à comunidade. Nas fábricas de fertilizantes há uma emissão de fumaça que, na sua maioria, é vapor de água originado dos processos de secagem. Vale ressaltar que a unidade de ácido sulfúrico de Araxá é referência para o órgão ambiental regional.

Blog: A Vale Fertilizantes é apontada pela comunidade como uma empresa que não apoia nenhum projeto social, esportivo ou cultural desenvolvido em Araxá. São vários os relatos de entidades ou pessoas que solicitaram o apoio da empresa para seus projetos e tiveram seus pedidos negados. Por que a Vale Fertilizantes não se interessa em apoiar projetos sociais, esportivos ou culturais na cidade de onde tira a sua matéria prima?  A empresa já realizou parceria com a Prefeitura de Araxá em algum projeto que beneficiou a população?
Em Araxá, assim como em todos os municípios onde atua, a Vale Fertilizantes busca uma relação de proximidade com a comunidade, contribuindo dentro de suas possibilidades para o desenvolvimento dessas localidades. Nossas ações são pautadas pelo diálogo social, valorização da cultura local e progresso sustentável.
Possuímos um programa de patrocínios, cujas diretrizes nos ajudam a apoiar projetos nas áreas social, ambiental, esportiva, cultural e técnica nas localidades onde a Vale Fertilizantes atua. A descrição da plataforma e os critérios de seleção de projetos estão disponíveis no site da empresa: http://www.valefertilizantes.com/valefertilizantes/patrocinios.asp e podem ser apresentadas pessoalmente, se necessário.


Em Araxá, mantemos desde 1990, um Centro de Educação Ambiental, que desde a sua criação já ampliou o conhecimento e sensibilizou mais de 100 mil pessoas, entre empregados e familiares, estudantes, professores e comunidade. Somente em 2012, 2.113 visitantes participaram das atividades realizadas pelo espaço, que incluem: palestras e oficinas sobre os mais diversos temas ambientais, cursos de formação de monitores, caminhadas ecológicas orientadas, colônia de férias para filhos de empregados, entre outros.


Outros exemplos que podemos citar de ações realizadas pela Vale Fertilizantes em Araxá são:


Contribuições regulares ao Fundo Municipal de Infância e Adolescência, somando R$ 430 mil nos últimos seis anos.
Implantação da Biblioteca de Primeira Infância no CEMEI Araci Pedrelina, em outubro de 2012. Trata-se de uma biblioteca especialmente projetada para despertar o hábito da leitura em crianças de até 6 anos, beneficiando cerca de 200 alunos atendidos pela instituição.
Patrocínio ao Festival Internacional de Cultura e Gastronomia de Araxá, em 2012 e 2013.


Nosso histórico de ações sociais em Araxá, em anos anteriores, contempla ainda:


Patrocínio ao projeto “Minas Olímpica – Saúde na Praça”, da Secretaria de Estado de Esportes, que recuperou espaço público para a prática esportiva na Praça Célia Guimarães – Recanto das Mangueiras, no bairro Santo Antônio.
Implantação do aterro sanitário.
Apoio à implantação do Centro de atendimento a Criança e construção da Creche Delica Vale.
Implantação da Avenida Danilo Cunha e do Trevo de acesso ao Bairro Boa Vista.
Apoio à Santa Casa de Araxá e às obras assistenciais da Casa do Caminho.
Apoio à Fama – Fundo de Assistência à Mulher Araxaense e à SOS: Serviços de Obras Sociais.


Também lembramos que a empresa traz benefícios diretos para o município onde está instalada. Em nosso Complexo Mineroquímico de Araxá temos hoje 925 empregados próprios, além de cerca de 1.270. funcionários de empresas parceiras que atuam dentro da nossa área. Nosso Programa de Estágio, que oferece a estudantes de nível Técnico e Superir uma complementação do aprendizado acadêmico e uma efetiva preparação para o trabalho, contempla hoje 33 estagiários na unidade de Araxá.


Blog: Existe registro no Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) de um pedido feito pela Vale Fertilizantes para realizar pesquisas de lavra em uma grande área particular localizada ao lado da Estância Hidromineral do Barreiro. Qual é a intenção da empresa ao realizar essa pesquisa? A Vale Fertilizantes pretende comprar essa área para fazer desse local uma área de mineração?
Fazer pesquisa mineral é um procedimento padrão de qualquer empresa de mineração. A área da Estância Hidromineral do Barreiro é tombada e está fora da área de interesse da Vale Fertilizantes.

This entry was posted in Cidade, Econômia. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *