Evento destaca transformação do Acolhimento Familiar em política pública

Nunca antes o encerramento de um projeto foi tão comemorado. A Prefeitura de Araxá, através da Fundação da Criança e Adolescente de Araxá (FCAA), realizou o 1º Encontro de Acolhimento Familiar de Araxá, onde foi encerrado o projeto Refazendo Sonhos, que é uma modalidade de acolhimento em família. A comemoração é que agora o projeto passa a ser executado como política pública do Município. O encontro aconteceu na quinta-feira (31), no auditório da Associação Comercial, Industrial, de Turismo, Serviços e Agronegócios de Araxá (Acia).

O prefeito Robson Magela destaca que o projeto não sendo governamental implica que ele pode ter fim. Além disso, ele diz que o Refazendo Sonhos dependia de recursos do Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (FMDCA) para ser executado. “A importância de se tornar uma política pública é que agora ele conta com recursos ordinários da Prefeitura de Araxá, o que garante a sua continuidade. E eu fico muito feliz em estar à frente da Administração Municipal e fazer parte deste projeto. Vale ressaltar também o trabalho feito por todos os envolvidos para que isso se tornasse realidade”, reitera o prefeito.

O encontro reuniu gestores, coordenadores, assistentes sociais, psicólogos, pedagogos e educadores sociais atuantes na FCAA, Secretarias de Ação Social, de Educação e de Saúde, representantes do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do Conselho Tutelar. Também participaram representantes do Sistema de Garantia de Direitos, além de famílias habilitadas e outros interessados em se tornar família acolhedora.

Na programação, a assistente social nacionalmente conhecida, Neusa Cerutti, palestrou sobre a importância do fomento ao acolhimento familiar. “Muitos estudos nacionais e internacionais mostram os danos causados pela institucionalização na vida de uma criança. O acolhimento familiar objetiva o desenvolvimento integral de forma muito mais saudável para a criança, que daqui a um pouco é adulto e que a gente precisa assegurar essa convivência familiar e comunitária desde a sua formação como ser humano”, relata.

Depoimentos em vídeos de crianças atendidas pelo projeto também fizeram parte da programação, emocionando a todos os presentes. “Na família acolhedora, a gente tem oportunidade de oferecer à criança uma vivência familiar e não institucional. Nós apresentamos vídeos, cartas e áudios dessas crianças relatando que elas entenderam que não precisam ser de sangue para serem amadas. E isso enche a gente de felicidade, sensação de dever cumprido”, conclui a presidente da FCCA, Taciana Almeida.

A mesa da solenidade foi composta pelo prefeito Robson Magela, pela presidente da FCAA, Taciana Almeida, pela coordenadora do Refazendo Sonhos, Karla Eloíza, pela presidente do CMDCA, Ana Rita Flores, pelo juiz da Vara da Infância e Juventude de Araxá, Dimas Ramon Esper, pela promotora de Justiça da Infância e Juventude, Mara Lúcia Silva Dourado, e pelo presidente da Câmara Municipal, vereador Raphael Rios.

This entry was posted in Cidade, Destaques. Bookmark the permalink.

Comments are closed.