Pousada é interditada por questões sanitárias durante fiscalização em Araxá

A Procuradoria-Geral do Município informa que foi feita uma fiscalização em hotéis ontem, 4 de junho. Desde que houve a primeira notícia de que viriam funcionários para trabalhar em mineradora de Araxá foi iniciado um protocolo de notificação e conscientização dos hotéis sobre as proibições de receber novos hóspedes. Existia desde março, uma regulamentação no município para que os estabelecimentos funcionassem atendendo exclusivamente pessoas que usavam o espaço como moradia.

 

Após notificações preliminares dos hotéis para cumprirem à risca a deliberação, foi verificado que alguns estabelecimentos não estavam atendendo os Decretos Municipais e as Resoluções do Comitê de Enfrentamento ao COVID-19. Com o descumprimento das regras após fiscalizações e denúncias, os hotéis foram notificados para que regularizassem a situação, já que não podiam receber novos hóspedes.

 

Os órgãos de fiscalização continuaram recebendo denúncias e fotografias de hotéis que estavam hospedando trabalhadores de outras cidades. Durante a fiscalização realizada nesta quinta-feira, foi detectado principalmente na Pousada Dona Beja que já tinha sido notificada por duas vezes, um volume muito alto de hóspedes e foi necessária a interdição cautelar por questões sanitárias. A pousada estava sem o alvará de funcionamento e o alvará sanitário estava irregular, sendo recomendado o fechamento.

 

Grande parte dos hóspedes eram trabalhadores que vieram realizar manutenção em uma mineradora de Araxá, podendo aumentar a proliferação do coronavírus e prejudicar o sistema de saúde do município. Inicialmente seriam vistoriados três hotéis que tinham sido notificados, mas todos os hotéis serão fiscalizados para verificar se estão cumprindo as regras determinadas.

 

Atualização (09/06/2020 – 10h): A Pousada Dona Beja já foi reaberta após as pendências apontadas na fiscalização serem sanadas. 

This entry was posted in +, Cidade. Bookmark the permalink.

Comments are closed.