#prontofalei – Araxá não está dentro de uma bolha

Milhares de pessoas foram contaminadas pelo novo coronavírus no Brasil. Mais de duas mil já morreram em decorrência da Covid-19, doença causada pelo vírus. No mundo inteiro são mais de dois milhões de casos confirmados de coronavírus e mais de 130 mil mortos. Não existe ainda uma vacina contra o coronavírus, que ataca ferozmente as vias respiratórias. A maioria das pessoas que morrem de Covid-19 pertence a algum grupo de risco. A letalidade é maior entre os idosos. Porém, a doença também já matou pessoas que não faziam parte de nenhum grupo de risco. O mundo vive uma pandemia.

 

Mesmo diante desses números, ainda existem pessoas que não estão levando a sério essa pandemia de coronavírus. E aqui em Araxá não é diferente. Basta ver a quantidade de pessoas na rua sem nenhuma necessidade. Os supermercados estão sempre lotados. As pistas de caminhada já voltaram a ser frequentadas por aqueles que buscam uma vida saudável, mas que na verdade estão se expondo ao coronavírus. Idosos que deveriam estar em casa, de quarentena, são vistos batendo pernas pela cidade, conversando em praças ou vendo o movimento nas esquinas. Parece que eles não acreditam na alta letalidade da Covid-19 entre a população idosa.

 

A confirmação nesta semana de que Araxá já possui transmissão comunitária do coronavírus causou surpresa em muita gente que se informa apenas em redes sociais e aplicativos de mensagens. Essas pessoas não acreditavam que o vírus estivesse circulando entre nós. Araxá não está dentro de uma bolha e, por isto, é óbvio que o coronavírus já circula na cidade há algum tempo. Trata-se de um vírus altamente contagioso. A pessoa contaminada pode demorar até 14 dias para manifestar sintomas da doença. Alguns contaminados nunca terão nenhum sintoma, mas são transmissores do vírus. Quem se informa por meio de veículos de comunicação sérios já sabia que as medidas preventivas deveriam ter sido adotadas desde o início da pandemia. Quem esperou a confirmação de casos na cidade para se prevenir contra a Covid-19 mostrou ser bastante desinformado.

 

Creio que as pessoas que menosprezam a pandemia, fazem piadinhas sem graça sobre ela ou transformam este grave problema de saúde pública em discussões políticas inúteis não entenderam ainda muito bem o que o mundo está passando por causa do coronavírus. Talvez achem que é uma realidade distante porque não conhecem ninguém que morreu de Covid-19. Tomara que não seja preciso morrer alguém da família dessas pessoas para que elas se conscientizem da gravidade dessa doença e da importância da prevenção. É sempre bom lembrar que o coronavírus não é seletivo. Ele contamina pobres, ricos, homens, mulheres, negros, brancos, religiosos, ateus, médicos, enfermeiros, policiais, juízes, políticos, etc… Por isso, é preciso ter muita responsabilidade para preservar a sua vida e a de quem você ama. #PREVINA-SE

 

Coluna #prontofalei publicada na edição nº 3810 do jornal Correio de Araxá em 18 de abril de 2020

 

This entry was posted in #prontofalei, Destaques. Bookmark the permalink.

Comments are closed.