#prontofalei – A TV é de Araxá ou Divinópolis?

Nesta semana um comentário feito por um amigo em uma rede social me chamou a atenção. Ele escreveu: Quase nunca assisto TV aberta, mas hoje fui assistir o jornal local da Rede Globo. Pergunto!!! Araxá perdeu a concessão do canal?!.. Era só Divinópolis. Pena que Araxá está perdendo esse importante canal outorgado pra nossa cidade. Esse comentário foi escrito à tarde, portanto, se refere ao telejornal MGTV 1ª edição da TV Integração, afiliada da TV Globo. A concessão dessa afiliada é de Araxá, porém todos os telejornais são apresentados dos estúdios em Divinópolis.

 

É bom deixar claro que não tenho nada contra Divinópolis. Aliás, tenho laços familiares com essa cidade do Centro-Oeste mineiro, onde passei férias diversas vezes na minha infância na casa do tio Miguel, irmão gêmeo do meu saudoso pai, que ainda reside lá com minha tia e meus primos. Dito isso, considero um absurdo a maneira como Araxá vem sendo tratada pelo departamento de jornalismo da TV Integração, que está sediado em Divinópolis. Trata-se de um desrespeito com a nossa cidade e com os profissionais da emissora que trabalham aqui.

 

A afiliada da TV Globo foi inaugurada em Araxá em 1991 com o nome de TV Jaguara, sendo que depois a emissora se modernizou e tornou-se a TV União. Em 1995, com a ampliação da área de cobertura, tornou-se a TV Integração e dois anos depois chegou à Divinópolis. Até então todos os telejornais eram apresentados aqui de Araxá. Hoje o sinal da TV Integração, cuja concessão é de Araxá, chega a 67 cidades mineiras, que somadas possuem uma população de quase um milhão e meio de pessoas. Mesmo tendo a concessão da TV, Araxá perdeu o comando do departamento de jornalismo para Divinópolis. Nos últimos anos a cidade tem sido praticamente ignorada pela emissora.

 

Outro dia vi uma chamada do jornalismo da emissora e observei que não aparece nenhum profissional da TV que trabalha em Araxá e nenhuma imagem da nossa cidade que é detentora da concessão da emissora. Só aparecem profissionais de Divinópolis. Em alguns dias não tem nenhuma notícia de Araxá nos destaques inicias dos telejornais. Quem vê o início de algum telejornal da emissora em determinados dias não ouve o nome da nossa cidade nenhuma vez, mesmo tendo notícias daqui diariamente. Araxá não produz notícias suficientes para ter maior destaque nos telejornais? Sim, claro que produz. O problema é a má vontade com a nossa cidade por parte de quem comanda o departamento de jornalismo em Divinópolis.

 

Preferem encher linguiça do que dar mais espaço para a equipe de jornalismo de Araxá, que é formada por excelentes profissionais. Prova disso é que recentemente fizeram uma série de reportagens diárias com uma morada de Divinópolis que aguardava a ligação de água em seu domicílio. Foi praticamente uma semana com a mesma ladainha. O problema enfrentado pela cidadã merecia mesmo a atenção da emissora, mas o tema foi apresentado todo dia por total falta de assunto. Bastava uma reportagem para expor o problema e cobrar providências das autoridades responsáveis.

 

Recentemente a TV Integração montou um estúdio em Araxá e um jornalista daqui passou a apresentar as reportagens da nossa cidade produzidas pela equipe de jornalismo daqui. Parecia que finalmente Araxá voltaria a ter o protagonismo que lhe é de direito por ser a cidade detentora da concessão da emissora. Só que durou pouco. Parece que o pessoal de Divinópolis não gostou de dividir os holofotes com os colegas de Araxá. A vaidade fez com que o estúdio fosse desativado para as participações diárias e uma repórter que veio para Araxá participar do projeto foi transferida para outra cidade.  

 

E não me venham dizer que Araxá não tem notícias para ocupar um espaço maior nos telejornais da TV Integração. Isso é balela. Basta dar mais espaço para a equipe de jornalismo daqui que o pessoal dá conta do recado. A TV Sintonia, emissora araxaense, tem dois telejornais diários só com notícias da nossa cidade. É obvio que por sua emissora que abrange 67 cidades, a TV Integração não pode passar somente notícias de Araxá, mas também não precisa colocar a nossa cidade em segundo plano para privilegiar Divinópolis, que nem é a detentora da concessão.

 

Desde 1991 a afiliada da TV Globo sempre contou com ótimas equipes de jornalismo em nossa cidade compostas por competentes profissionais araxaenses, dos quais posso destacar Denize Alves, Washington Silva, Armindo Maia, Viviane Cristina, Luiz Humberto França, Raphael Rios e César Campos, entre outros. Hoje os profissionais que atuam na emissora aqui em Araxá, e incluo os dos outros departamentos, são desrespeitados por terem os seus trabalhos subutilizados por aqueles que equivocadamente relegam nossa cidade a segundo plano.

 

Até hoje não entendo o porquê de Araxá estar nesta área de abrangência do Centro-Oeste. Não temos nada a ver com aquela região do Estado. Já que não adianta nada ser a detentora da concessão da TV, o correto seria a cidade estar na área de Uberaba, que é mais próxima. Por causa dessa área de abrangência, as notícias de Araxá no portal G1 estão na região do Centro-Oeste e não do Triângulo Mineiro. Sim, eu sei que a nossa cidade está no Alto Paranaíba, mas não existe essa região nas divisões do G1, então o correto seria mesmo estar entre as notícias do Triângulo Mineiro.

 

Nenhum profissional da TV Integração em Araxá é culpado pelo que está acontecendo. Tenho certeza que se dependesse deles a situação seria bem diferente. A culpa é de quem acha que é dono da concessão, mas não teve competência de obtê-la e agora acha que pode tratar Araxá de qualquer maneira. Não pode. Divinópolis não tem a concessão. Prova disso é que mais uma vez os divinopolitanos e todas as cidades da área de abrangência da emissora terão que assistir, neste ano, a propaganda eleitoral dos candidatos de Araxá. A TV Integração tem que respeitar a nossa cidade. Caso contrário, providências terão que ser tomadas diante dessa lamentável situação. #ConcessãoÉNossa

 

Coluna #prontofalei publicada na edição nº 3801 do jornal Correio de Araxá em 15 de fevereiro de 2020

 

This entry was posted in #prontofalei, Destaques. Bookmark the permalink.

Comments are closed.