Robson Magela cobra Prefeitura sobre implantação de UTI Neonatal em Araxá

O vereador Robson Magela cobrou que a Prefeitura de Araxá tome as providências necessárias para a implantação da UTI Neonatal na cidade. A cobrança foi feita na reunião ordinária da Câmara Municipal realizada no dia 26 de novembro. Robson relatou um caso ocorrido recentemente em Araxá de uma mulher grávida que foi transferida para uma cidade que possui UTI Neonatal para realizar o parto de seu bebê prematuro. A transferência aconteceu após um tempo de espera, mas o bebê faleceu logo após o nascimento.

 

“A grande dúvida da família, e minha também, é se esse bebê teria sobrevivido se Araxá tivesse uma UTI Neonatal. Certamente o bebê teria mais chances de sobreviver se o parto fosse feito com mais rapidez aqui em nossa cidade. Mas aqui não tem UTI Neonatal e hoje a família chora a morte do seu bebê. É uma vergonha para Araxá não ter uma UTI Neonatal até hoje”, disse o parlamentar.

 

Robson fez uma comparação entre Araxá e São Sebastião do Paraíso, cidade localizada no sudoeste de Minas Gerais. São Sebastião do Paraíso é uma cidade de 70 mil habitantes, com orçamento de R$ 224 milhões para 2019 e que possui UTI Neonatal na Santa Casa do município. Já Araxá tem 105 mil habitantes, um orçamento de R$ 460 milhões para este ano e não possui UTI Neonatal. “São Sebastião do Paraíso já possui UTI Neonatal há anos. Mas aqui em Araxá essa UTI Neonatal sempre foi somente promessa de campanha política. Inclusive o atual prefeito prometeu a implantação da UTI Neonatal em sua última campanha e não cumpriu até agora”, afirmou ele.

 

O vereador informou que a Santa Casa de Misericórdia de Araxá já possui todos os equipamentos necessários para a implantação da UTI Neonatal. Os equipamentos foram adquiridos com emendas destinadas pelo deputado estadual Bosco ao hospital. Robson lembrou que um dos argumentos para justificar a não implantação da UTI Neonatal em Araxá é o alto custo para mantê-la em funcionamento por causa dos profissionais especializados que terão que ser contratados.

 

“Realmente não fica barato manter uma UTI Neonatal, mas se São Sebastião do Paraíso consegue, por que aqui em Araxá isso não é possível? Saúde tem que ser prioridade. O gestor público tem a obrigação de garantir uma saúde pública de qualidade para a nossa população. A UTI Neonatal pode ser implantada em Araxá por meio de uma parceria público-privada. Existem empresas especializadas que administram UTIs Neonatais em diversas cidades mineiras, sendo que as Prefeituras desses municípios contribuem com uma contrapartida financeira”, explicou o parlamentar.

Para Robson é um absurdo os equipamentos estarem parados na Santa Casa de Araxá enquanto bebês são privados do direito de lutar pela vida por causa da falta de uma UTI Neonatal. Ele destacou que falta boa vontade do prefeito. “Será que o prefeito não sente vergonha da nossa cidade ter dezenas de mães que precisam correr para outros municípios para dar à luz aos seus filhos devido à falta de uma UTI Neonatal? Será que o prefeito não vai fazer nada diante desta situação? Será que ele vai deixar a UTI Neonatal se tornar novamente uma promessa de campanha na busca por votos na eleição de 2020?”, finalizou o vereador.

This entry was posted in Cidade, Política, Saúde. Bookmark the permalink.

Comments are closed.