#prontofalei – A grande piada da semana

O Papa Francisco declarou recentemente que estava preocupado com os incêndios na floresta amazônica. Uma declaração absolutamente normal, afinal a situação da Amazônia é realmente muito preocupante. Porém, essa simples declaração do Santo Padre foi o suficiente para que ele passasse a ser atacado pelos intolerantes das redes sociais que não fazem outra coisa a não ser espalhar o ódio. Os autores dos ataques são pessoas que por suas limitações intelectuais não devem ter entendido o que foi dito pelo Sumo Pontífice. Aliás, eles nem sabem o que significa Sumo Pontífice e nem querem saber, pois o importante é atacar aqueles que os seus ídolos querem que sejam atacados.

 

Francisco foi alvo de pessoas que atacam ferozmente com calúnias e difamações todos aqueles que emitem opiniões contrárias ao que elas pensam. Pessoas que não sabem o significado das palavras respeito e diálogo. Pessoas que acham que defender suas ideias é ofender quem não pensa igual a elas. Pessoas que acham que são donas da verdade. Não gostou de uma opinião alheia? Normal. Discorde dela, mas com civilidade. Não é preciso xingar uma pessoa para contestar a opinião dela. O título desta coluna na semana passada foi “Xingamento não é argumento”. E não é mesmo. Trata-se apenas da constatação da ignorância humana. E infelizmente estamos vendo essa ignorância sendo disseminada diariamente em nosso mundo, tanto no virtual como no real.

 

E ainda tem as mentiras espalhadas em redes sociais com o objetivo de prejudicar determinadas pessoas. Toda hora nos deparamos com notícias falsas, as chamadas fake news, que são criadas para denegrir a imagem de alguém. Nesta semana mesmo eu vi um profissional de imprensa que possui milhares de seguidores propagando uma informação mentirosa em uma transmissão ao vivo no Facebook a respeito de uma situação envolvendo uma pessoa que ele não gosta. Profissionalismo zero. Pura maldade. Infelizmente as pessoas tendem a acreditar naquilo que mais se aproxima do seu pensamento e assim acabam perdendo o senso crítico necessário para analisar tudo o que leem ou assistem nas redes sociais. É nesse cenário criado pela falta de discernimento que entram em cena os carniceiros que fabricam e espalham fakes news.

 

Tem muita gente, especialmente os tais extremistas de direita e esquerda, que adoram atacar a imprensa tradicional do país. Para eles fontes confiáveis são somente aqueles veículos de comunicação alinhados com as suas ideologias, se é que esse povo tem alguma. Criticam jornais, revistas, emissoras de TV e acreditam em fake news criadas por aqueles que eles idolatram. E assim como os que destratam o Papa Francisco por causa de uma simples declaração, esses extremistas começam a atacar quem lhes confronta com a verdade dos fatos. Seria exigir demais que um extremista tenha argumentos para defender o seu ponto de vista, mas é deplorável ver alguém defendendo com tanta truculência uma notícia falsa mesmo sabendo que aquilo não é verdadeiro. Fanatismo causa cegueira e danifica o cérebro.

 

Já estamos em setembro. O ano está na reta final. No ano que vem a população de Araxá irá eleger prefeito, vice e 15 vereadores para o mandato 2021/2024. E em ano de eleição teremos mais uma vez a proliferação de notícias falsas para denegrir a imagem de alguns com o objetivo de favorecer as candidaturas de outros. E pelo que vimos nesta semana já começaram a surgir denúncias falsas para desgastar as imagens de vereadores aqui da cidade que provavelmente vão tentar a reeleição em 2020. É o jogo sujo da política onde situações são inventadas para atingir adversários. Só que até pra isso é preciso ter um pouco de inteligência, que foi justamente o que faltou para aqueles que tentaram prejudicar dois vereadores de Araxá nesta semana. E o que era para ser escândalo virou a grande piada da semana. #RedesSociais #Eleições2020

 

Coluna #prontofalei publicada na edição nº 3778 do Correio de Araxá em 7 de setembro de 2019

 

This entry was posted in #prontofalei, Destaques. Bookmark the permalink.

Comments are closed.