#prontofalei – Disputa acirrada e resultado imprevisível em 2020

Antônio Leonardo (Toninho), Bosco, Lídia Jordão, Mauro Chaves, Ana Paula Machado, Robson Magela, Raphael Rios, Roberto do Sindicato, Fabiano Santos, Emílio Neumann, Ricardo Zema Guimarães, Pedro Moura, Wagner de Freitas Oliveira, Caio Porfírio, Lucimary Ávila, Geraldo Lima Júnior, Daniel Rosa e Antônio Gilberto Ribeiro de Castro. Esses são os nomes que ouvi até agora como prováveis candidatos a prefeito de Araxá na eleição municipal do ano que vem. Estamos a pouco mais de 13 meses da eleição do dia 4 de outubro de 2020 e até lá podem surgir outros nomes, mas no final das contas a lista deve se resumir a no máximo quatro candidatos.

 

Na eleição de 2012 Araxá teve quatro candidatos a prefeito: Jeová Moreira, Aracely de Paula, Toninho Barbosão e Ronito, sendo que a disputa ficou mesmo entre os dois primeiros. Já em 2016 foram três candidatos: Aracely, Mauro Chaves e Daniel Rosa, sendo que este último não fez frente aos outros dois. A diferença da eleição de 2020 em relação aos pleitos anteriores é que a cidade pode ter quatro candidatos a prefeito com chances reais de vitória, o que tornará a disputa ainda mais acirrada e o resultado praticamente imprevisível. O prefeito Aracely não pode concorrer ao cargo novamente, pois foi reeleito em 2016. O ex-prefeito Jeová ainda está inelegível. Dois nomes de peso que estarão fora das urnas no ano que vem. Porém, eles certamente participarão da eleição apoiando candidatos ao Executivo Municipal.

 

Quatro nomes da lista citada acima já declararam publicamente a intenção de disputar a Prefeitura de Araxá no próximo pleito. O ex-vereador Mauro Chaves e a jornalista Ana Paula Machado anunciaram que são pré-candidatos. Os empresários Ricardo Zema Guimarães e Pedro Moura disseram que participarão do processo seletivo do Partido Novo para a escolha do candidato a prefeito da legenda do governador Romeu Zema. Já os também empresários Emílio Neumann e Wagner de Freitas Oliveira afirmaram em entrevistas concedidas a mim no final de 2018 que não tinham nenhuma intenção de se candidatarem a prefeito de Araxá.

 

Entrevistei recentemente no programa Jornal da Volt, veiculado pela Rádio Volt 87,9 FM, o presidente da Câmara Municipal, Roberto do Sindicato, que descartou qualquer possibilidade de uma candidatura a prefeito em 2020. Dos outros vereadores que aparecem na lista, o nome mais comentando na cidade é o do radialista Robson Magela, que tem dito para quem o pergunta que é pré-candidato a prefeito. Porém, ele ainda não se posicionou oficialmente. Tenho ouvido falar muito em uma dobradinha Robson/Mauro ou Robson/Raphael Rios. Homem forte da CBMM em Araxá até o início de 2018, Antônio Gilberto teve o seu nome citado recentemente como provável candidato a prefeito pelo jornalista Olavinho Drummond. Conversei rapidamente com Gilberto sobre o assunto e a resposta dele foi curta: “Sem chances”.

 

A vice-prefeita Lídia Jordão seria o nome natural da atual Administração Municipal para a sucessão do prefeito Aracely. Mas parece que os dois estão distantes neste momento. O prefeito e o alto escalão do Governo Municipal não gostaram nem um pouco da declaração feita pela vice-prefeita nas redes sociais de que era contra a recomposição salarial para os agentes políticos da Prefeitura de Araxá. Isso a fez ficar isolada no grupo político de Aracely, mas esta pode ser uma situação momentânea, já que o deputado Mário Heringer tenta reaproximar o prefeito e a vice. Mário sabe que se Lídia for eleita prefeita a tendência é que ele continue sendo bem votado em Araxá nas eleições de 2022 e por isso tenta reaproximar os dois. A vice-prefeita deseja a reaproximação, mas por via das dúvidas já tem conversado com outras lideranças políticas para viabilizar o seu nome.

 

Com o isolamento de Lídia, dois secretários despontaram no Governo Municipal como prováveis candidatos a prefeito apoiados por Aracely: Lucimary Ávila (Governo) e Geraldo Lima Júnior (Desenvolvimento Econômico, Turismo e Inovações Tecnológicas). São dois nomes pouco conhecidos, mas que podem se tornar competitivos com o apoio do prefeito. Ouvi recentemente que o deputado estadual Bosco pode ser candidato a prefeito apoiado por Aracely. Não acredito. Bosco apoiou Aracely e Lídia na eleição municipal de 2016 e não teve o apoio deles nas eleições do ano passado, o que gerou um forte atrito entre eles. O deputado teve a vice-prefeita como adversária em 2018 e Araxá quase perdeu a sua cadeira na Assembleia Legislativa. Acho pouco provável que Bosco e Aracely estejam juntos em 2020. O deputado pode até ser candidato a prefeito, mas não com o apoio do prefeito.

 

A grande incógnita segue sendo o ex-prefeito Antônio Leonardo, que é apontado por muita gente como o grande favorito para a disputa. Toninho não se manifestou até agora sobre uma possível candidatura ao cargo que já ocupou por oito anos consecutivos. Muitos no meio político aguardam ansiosamente uma definição dele e torcem para que ele seja mesmo candidato. Outros preferem não esperar e já se articulam para disputar a eleição mesmo que Toninho seja candidato. Na eleição de 2008 o então prefeito Toninho demorou muito para definir qual candidato apoiaria para a sua sucessão. O escolhido foi Bosco, que acabou sendo derrotado por Jeová. Agora ele adia a sua decisão por causa de sua atividade profissional. Se Toninho for mesmo candidato a prefeito não faltarão pretendentes para a vaga de vice em sua chapa.

 

A eleição municipal de 2020 já começou desde o início de 2019. Os partidos políticos estão montando as suas chapas de candidatos a vereador. Aqueles que pretendem ser candidatos a prefeito já estão buscando os apoios necessários. Mas quem vai decidir tudo mesmo é o povo, que por meio do voto escolherá quem estará no Executivo e no Legislativo a partir de 2021. As eleições do ano passado mostraram que nenhum candidato é vitorioso antes de terminar a apuração dos votos. Os candidatos que acharam que venceriam facilmente tiveram uma desagradável surpresa. O ex-governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia, é um exemplo. Portanto, ainda tem muito chão pela frente até Araxá escolher o seu próximo prefeito. #Eleições2020

 

Coluna #prontofalei publicada na edição nº 3777 do Correio de Araxá em 24 de agosto de 2019

 

This entry was posted in #prontofalei. Bookmark the permalink.

Comments are closed.