Codemig confirma que fará readequações na Vila do Artesanato do Barreiro

A Vila do Artesanato do Barreiro, em Araxá, passará por readequações. Na semana passada o diretor de Mineração da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig) Renato de Souza Costa e o engenheiro Dimas Álvares estiveram no gabinete do deputado estadual Bosco na Assembleia Legislativa, em Belo Horizonte, para comunicar que a empresa contratada já iniciou a elaboração dos projetos de engenharia.

 

A empresa Projeta tem até o final do mês de julho para entregar os projetos de readequação da Vila e da rotatória, construção do estacionamento e praça de alimentação (área dos bares). Conforme o diretor Renato tão logo os projetos sejam concluídos a Codemig irá licitar as obras. 

 

Na semana passada o deputado Bosco esteve em reunião com o presidente da Codemig, Dante de Matos para falar sobre a Vila do Artesanato do Barreiro. Após apresentação do pleito ao governador Romeu Zema do mês de abril, Bosco esteve reunido várias vezes com a direção da Codemig demonstrando a importância dos referidos projetos para o Complexo do Barreiro. 

 

O parlamentar defende que seja ofertada melhor estrutura para as futuras instalações dos artesãos e construção do estacionamento, que hoje é um dos grandes gargalos no local. O empreendimento estabelecido próximo ao Grande Hotel do Barreiro, principal patrimônio turístico de Araxá, reunirá artesãos de diversas especialidades regionais, como tecelagem, escultura, bordados e alimentos, dinamizando a produção local.

 

O objetivo do espaço é fomentar e fortalecer a produção e comercialização do artesanato regional, buscando alavancar seu reconhecimento e participação no turismo e na economia regional. O empreendimento contribuirá para a valorização e preservação das diversas manifestações culturais locais, oferecendo ao artesão de Araxá um local de promoção de seu ofício. O moderno ambiente também terá local adequado para eventos e shows musicais, além de um centro de informações ao visitante.

This entry was posted in Cidade, Destaques, Minas Gerais, Política. Bookmark the permalink.

Comments are closed.