Vereadores protocolam ofício no Ministério Público sobre a situação da Boca da Mata

A situação de abandono em que se encontra a comunidade da Boca da Mata, localizada às margens da rodovia MG-428, na zona rural de Araxá, foi um dos assuntos tratados pelo vereador Robson Magela (PRB) na reunião da Câmara Municipal desta semana. Ele esteve na comunidade na semana passada e se reuniu com os moradores. Robson e o vereador Bosco Júnior (AVA) protocolaram ofício ontem, dia 27, no Ministério Público a respeito da situação da Boca da Mata.

 

Robson contou que os moradores da Boca da Mata lhe relataram que não existe rede de esgoto na comunidade e por isto todas as casas, incluindo a escola, tem fossas que estão transbordando. “Entrei em contato com a Copasa e fui informado que existe sim a rede de esgoto na comunidade. Ela foi construída quando foi assinado o contrato de concessão entre o município e a Copasa, porém a Prefeitura nunca solicitou que a rede de esgoto fosse colocada em funcionamento”, explicou o parlamentar.

 

 

O vereador ainda relatou que os moradores da Boca da Mata não têm nenhuma assistência médica por parte do município. “É como se aquela comunidade não existisse para a Prefeitura de Araxá. Os moradores não têm acesso à saúde pública e a única rua existente na comunidade está intransitável por causa da péssima situação do asfalto. Além disso, a comunidade precisa urgentemente de uma limpeza, pois o mato tomou conta do local”, disse Robson.

 

Robson enviou requerimento para a Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) solicitando que a empresa ajude os moradores da Boca da Mata realizando o recapeamento asfáltico da rua da comunidade. Esse requerimento também contou com as assinaturas dos vereadores Raphael Rios, Bosco Júnior, Fernanda Castelha e Ceará da Padaria, Ele também enviou indicações para a Prefeitura de Araxá pedindo que sejam tomadas providências em relação aos outros problemas da comunidade.

 

Ministério Público

 

Atendendo ao convite feito pelo vereador Bosco Jr., que também visitou a Boca da Mata, Robson Magela esteve no Ministério Público. Os dois protocolaram um ofício informando a precariedade da infraestrutura da comunidade da Boca da Mata e solicitando que o Ministério Público tome as providências legais cabíveis para que a Prefeitura de Araxá coloque em funcionamento a rede de esgoto existente no local.

This entry was posted in Cidade, Destaques, Política. Bookmark the permalink.

Comments are closed.