#prontofalei – Romeu tem que pensar antes de falar

Como se não bastassem todas as dificuldades que é preciso enfrentar para tirar Minas Gerais do buraco, o governador Romeu Zema ainda tem que lidar com a perseguição dos dois principais jornais de Belo Horizonte que tentam pressioná-lo em busca das verbas publicitárias do Governo do Estado. Além disso, Romeu agora também é perseguido por um deputado federal de primeiro mandato que veio aqui em Araxá atrás dele logo depois de ser eleito e não o encontrou. Isso sem contar o deputado estadual que tentou atingir a honra de Romeu no segundo turno das eleições de 2018 e agora planta notícias falsas sobre ele dentro da Assembleia Legislativa.

 

Os dois principais jornais de BH, que são distribuídos em praticamente todos os municípios mineiros e têm sites muito acessados, são Estado de Minas e O Tempo. O primeiro é ligado à Andrea Neves, irmã de Aécio Neves, o político que envergonha Minas Gerais. Já o segundo pertence ao prefeito de Betim, o italiano naturalizado brasileiro Vittorio Medioli. Esses dois jornais, que ainda não receberam nenhum centavo de verba publicitária em 2019, trazem diariamente manchetes que tentam queimar o governo de Romeu. Não é pecado um jornal ser pago pelo poder público para estampar publicidade institucional em suas páginas, desde que tudo seja feito dentro da legalidade.

 

O problema é que aqui em Minas Gerais os desgovernos de PT e PSDB quebraram o Estado e agora Romeu tenta recuperá-lo. O governo continua pagando os salários do funcionalismo público estadual de forma parcelada e deixou de fazer parte dos repasses obrigatórios aos municípios em janeiro. A situação é caótica e neste momento não tem como investir em publicidade institucional, mesmo porque o governo de Romeu ainda está engatinhando e não tem nada para divulgar. Os jornais parecem não entender a situação e tentam desgastar o governador para pressioná-lo. E não é só isso. Não é interessante para o Estado de Minas e O Tempo o sucesso do governo de Romeu, pois isto vai contra os interesses políticos das pessoas que estão por trás destes dois veículos de comunicação.

 

Diante dessa situação, o araxaense que hoje governa Minas Gerais precisa ter muito cuidado com o que fala. Tem que pensar antes de falar. E é nesse ponto que Romeu tem escorregado bastante, principalmente quando ele fala sobre assuntos ligados à tragédia ocorrida em Brumadinho. Durante um encontro com 35 dos 53 deputados federais de Minas Gerais, o governador chamou o rompimento da barragem da Vale de incidente e criticou o Ministério Público por pedir auxílio imediato para as vítimas da tragédia. Romeu foi muito infeliz. A tragédia não foi um incidente. Foi um crime causado pela irresponsabilidade da Vale. E a Promotoria Pública está mais do que certa em pedir que a empresa assassina pague pelo imenso mal que causou. E que pague imediatamente.

 

Depois da tragédia de Brumadinho aconteceram evacuações em três cidades mineiras onde existem barragens que não tiveram as declarações de estabilidade assinadas por engenheiros. As evacuações foram necessárias para garantir a segurança das pessoas que podem ser atingidas em caso de rompimento das barragens. E o que falou Romeu sobre essa situação? Ele disse que vai pedir a revisão das regras para classificação das barragens, pois se a legislação continuar da forma atual o Estado pode ter dezenas de cidades tendo pessoas retiradas de suas casas nos próximos meses e isto seria extremamente danoso para a atividade da mineração.  

 

A mineração é extremamente importante para a economia de Minas Gerais. Mas a vida é muito mais importante. Romeu foi infeliz novamente. Retirar pessoas de suas casas por causa de barragens que ameaçam matá-las não é danoso para a mineração e sim para os seres humanos que são obrigados a deixar os seus lares para se abrigar provisoriamente em qualquer lugar sem saber quando retornarão. O governador causa indignação quando tenta defender a Vale dizendo que a empresa está fazendo o possível para minimizar os danos da tragédia de Brumadinho. Romeu tem que defender é o povo mineiro e não a mineradora que matou mais de três centenas de pessoas. O papel dele é cobrar que a Vale seja punida com rigor, que indenize corretamente todas as vítimas e que tome providências imediatas para evitar novas tragédias. É isso que se espera de um governador.

 

E além da perseguição dos jornais de BH e de suas falas infelizes, Romeu tem sido alvo dos ataques do deputado federal André Janones, um desconhecido que se elegeu deputado federal depois de aproveitar a oportunidade que teve de aparecer na greve dos caminhoneiros no ano passado. Trata-se de um político sensacionalista que adotou a linha de ofender as pessoas para se promover. Ele se aproveitou da brecha dada por Romeu, que manteve o secretário de Estado de Meio Ambiente do governo de Fernando Pimentel, e está infernizando a vida do araxaense nas redes sociais. Esse Janones esteve aqui em Araxá depois de ser eleito e procurou Romeu, que não estava na cidade.

 

Já o deputado estadual Sargento Rodrigues, que é da turma de Aécio e jogou sujo contra Romeu nas eleições do ano passado para tentar que o PSDB voltasse ao comando do Estado, plantou nesta semana na Assembleia Legislativa que o governador estaria tentando barrar a CPI sobre a tragédia de Brumadinho. A informação do deputado foi manchete no jornal O Tempo e Romeu desmentiu o parlamentar imediatamente. Pelo péssimo histórico do tal deputado logo se percebe que tudo não passa de mais uma mentira para prejudicar o governador que derrotou o PSDB nas urnas. Aliás, Romeu venceu os tucanos e depois colocou alguns deles em postos importantes do seu governo, o que gerou descontentamento dentro do Partido Novo.

 

Assim como todo araxaense, torço muito pelo sucesso de Romeu no Governo de Minas. E não é só porque ele é meu conterrâneo, mas também pela necessidade do nosso Estado reagir e sair dessa situação de falência. Minas Gerais precisa voltar a crescer. O sucesso do governador Romeu Zema será o sucesso do povo mineiro. Mas ele também precisa colaborar para o seu governo avançar. Fica a dica. #GovernoRomeuZema

 

Coluna #prontofalei publicada na edição nº 3751 do Correio de Araxá em 23 de fevereiro de 2019

 

This entry was posted in #prontofalei, Destaques. Bookmark the permalink.

Comments are closed.