Araxá terá mais blocos na rua no Carnaval deste ano

Sucesso em 2018 com os blocos “Filhos de Beja”, “Subaco do Cristo” e “Unidos pelo Samba”, o Carnaval de rua araxaense crescerá consideravelmente neste ano. Um dos participantes da folia araxaense em 2019, a Associação Carnavalesca de Araxá (ACA) contará com até oito blocos desfilando pelas ruas da cidade durante os cinco dias de festa e organizará novas atrações para os foliões.

 

O objetivo é promover um carnaval voltado para a família araxaense, acessível para todas as idades e que contribua para a geração de receita no comércio, bares, restaurantes e hotelaria. O evento conta com o apoio da Prefeitura de Araxá e da iniciativa privada.

 

Tradicionalmente uma festa popular, o Carnaval de Araxá sempre foi reflexo das manifestações culturais, da diversidade e da interação social presente no município. Desde os famosos bailes de carnaval no Grande Hotel do Barreiro, dos desfiles das escolas de samba, até o pioneirismo dos blocos “Filhos de Beja”, idealizado pela produtora cultural Roberta Santos, “Subaco do Cristo”, organizado pelo Alessandro Ribeiro (Bolão da Jovem Ganso) e “Unidos pelo Samba”, promovido por integrantes da ACA, a festa atraiu um público de toda a região e, principalmente, araxaenses que visitaram familiares durante o período da folia.

 

O presidente da ACA, Antônio Carlos, explica que o projeto da associação é oportunizar a formação de novos blocos e fazer da festa um atrativo turístico do município. “No último ano percebemos o quanto as pessoas têm aderido ao carnaval de blocos e o potencial turístico do evento. E, pela nossa história em prol do carnaval de Araxá, não poderíamos deixar de participar e contribuir com a nossa experiência ao longo dos anos para esse novo momento do carnaval de Araxá. Queremos uma folia acessível para todas as idades, para a família araxaense, para turistas da nossa cidade. Um projeto organizado que vai atrair um público de toda a região, com segurança para foliões e comunidade em geral.”

 

De acordo com ele, os últimos detalhes do carnaval estão sendo fechados e reserva grandes surpresas. “Com certeza, teremos um carnaval de blocos de rua com qualidade, organizado, para todas as idades e todos os públicos, como de fato é a origem do desfile de blocos de carnaval. O prefeito Aracely e a secretária de Governo, Lucimary Ávila, sempre foram incentivadores dessa festa popular e, mais uma vez, a administração municipal será parceiro do carnaval araxaense. Agora, estamos buscando o apoio da iniciativa privada para oferecer, além dos desfiles dos blocos, uma programação com shows, inclusive, com apresentações voltadas ao público infantil. O planejamento é que grande parte das ações do nosso projeto aconteça durante o dia. Até mesmo os shows programados serão iniciados no inicio da noite para não incomodar aquelas pessoas que preferem passar o carnaval de forma mais tranquila”, ressalta o presidente.

 

Segundo Antônio Carlos, a expectativa é que o carnaval de Araxá seja um atrativo para foliões de toda a região. “Diversas cidades não terão condições de promover o carnaval devido às questões financeiras enfrentadas pelos municípios e, certamente, esses foliões vão buscar locais mais próximos para se divertirem. Em Araxá, o carnaval só será possível devido a um somatório de esforços. A iniciativa popular, a união das pessoas, o apoio da administração municipal e da iniciativa privada e, principalmente, de pessoas que são apaixonadas por essa grande brincadeira popular e que se dedicam em promover e incentivar a festa.”

 

Desfile das Escolas de Samba

 

Segundo o presidente da ACA, foi justamente o momento econômico do país, principalmente de Minas Gerais, que inviabilizou o desfile das escolas de samba em 2019. “Sabemos que o município vem reduzindo despesas diante a falta de repasses do governo estadual. E desde o ano passado temos trabalhado para buscar, via projetos de incentivos, os recursos necessários para as escolas. A Prefeitura de Araxá já tinha sinalizado um apoio com estrutura e logística para o desfile das escolas. Mas, infelizmente, o momento de mudança que o país vive e a falta de recursos impossibilitou que nós conseguíssemos essa verba para as agremiações. Acreditamos que o desfile das escolas de samba e o carnaval de blocos são projetos diferentes, que se completam, cada um com sua importância. E, para 2020, vamos buscar os recursos necessários para a implantação desses dois projetos”, destaca Antônio Carlos.

This entry was posted in +, Arte e Cultura, Cidade, Festas e Eventos. Bookmark the permalink.

Comments are closed.