#prontofalei – É a última do ano

A gente piscou e o ano terminou. Só mais uma quinzena e 2018 ficará no passado. Novamente ficamos com a impressão de que o ano voou. E este foi um ano que ficou marcado na história política de Araxá. Quem poderia imaginar em janeiro que um araxaense seria eleito governador de Minas Gerais em outubro. Romeu Zema decidiu se candidatar e venceu uma eleição onde seus adversários jogaram sujo contra ele. Em um confronto de Davi contra Golias, o empresário de Araxá deixou para trás as raposas da política mineira e agora representa a esperança de um futuro melhor para os mineiros.

 

A nível federal, um capitão reformado do Exército conhecido pelo festival de besteiras que falou em seus quase 30 anos de atuação no Congresso Nacional foi eleito presidente da República e evitou que o PT retornasse ao poder. A campanha presidencial teve momentos de muita tensão, como na véspera do Dia da Independência do Brasil, quando o deputado Jair Bolsonaro foi esfaqueado por um maluco em Juiz de Fora. O ferimento foi grave, mas ele sobreviveu graças ao atendimento que recebeu em um hospital público. Bolsonaro é o primeiro presidente eleito pelas redes sociais.

 

O grande feito de Bolsonaro após ser eleito foi convidar o ex-juiz Sérgio Moro para ser o seu ministro da Justiça. Moro vai emprestar a sua credibilidade ao novo governo. Sem dúvida nenhuma, o ex-juiz é a principal figura do Governo Bolsonaro, superando, inclusive, o próprio presidente eleito. A República de Curitiba, tão temida pelos bandidos de colarinho branco do país, vai se instalar em Brasília a partir de janeiro para ampliar o combate à corrupção. O crime organizado também estará na mira de Moro e sua turma. O povo brasileiro clama por mais segurança e torce muito para que o ex-juiz dê conta do recado.

 

Nem tudo serão flores. Bolsonaro tem algumas ideias radicais que pretende colocar em prática. Porém, terá que contar com o aval do Congresso Nacional, que deve ter a continuidade de Rodrigo Maia na presidência da Câmara dos Deputados e ainda pode ter Renan Calheiros, envolvido em diversas denúncias de corrupção, de volta ao cargo de presidente do Senado. Rodrigo Maia e Renan Calheiros certamente não representam a renovação tão sonhada por aqueles que votaram em Bolsonaro. O presidente eleito terá graves problemas para enfrentar e o melhor é não perder tempo com bobagens do tipo Escola Sem Partido. O Brasil torce pelo sucesso do Governo Bolsonaro.

 

Em Araxá a novidade foi a eleição do vereador Roberto do Sindicato para o seu quarto mandato de presidente da Câmara Municipal. Mesmo integrando a bancada independente, composta por cinco vereadores, Roberto conseguiu vencer. A bancada da situação não quis lançar nenhum nome para enfrentá-lo, pois Roberto já contava com os votos de oito vereadores. Mesmo com um futuro ministro de Bolsonaro e um deputado estadual de Uberaba tentando interferir na eleição da mesa diretora do Legislativo de Araxá, Roberto não teve adversário e foi eleito por unanimidade.

 

A nossa cidade continua com a sua representatividade na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Mesmo tendo perdido 30 mil votos na cidade em relação ao pleito de 2014, o deputado estadual Bosco conseguiu se reeleger para o seu terceiro mandato consecutivo graças aos votos conquistados em vários municípios mineiros. A vice-prefeita Lídia Jordão também foi candidata a deputada estadual e dificultou as coisas para o Bosco. E olha que os dois pertenciam ao mesmo grupo político até o início deste ano. A surpresa foi a votação do médico Adriano Pimenta, que terminou a eleição como primeiro suplente de deputado estadual do Partido Novo.

 

E o Partido Novo, que vai comandar Minas Gerais com Romeu Zema, se habilita agora para ser uma das legendas mais procuradas na eleição municipal de 2020. O partido deverá ter chapa completa de candidatos a vereador, que terão que passar por um processo seletivo. E dependendo de como estiver o Governo Zema às vésperas do pleito, o Novo terá grandes chances de eleger o próximo prefeito de Araxá. Mas o Novo provavelmente terá um adversário de peso: o ex-prefeito Antônio Leonardo Lemos Oliveira, o Toninho. Muito querido pelos araxaenses, Toninho segue sendo um nome forte para a eleição de 2020.

 

Esta é a última coluna de 2018. Agradeço de coração aos leitores e leitoras que dedicaram um tempinho aos sábados para ler os textos deste colunista durante o ano. Desejo que todas as famílias de Araxá tenham um santo e abençoado Natal, onde o protagonista seja o menino Jesus. E que 2019 seja um ano em que o nosso país volte a crescer, o desemprego diminua e as pessoas espalhem mais amor e menos ódio. A coluna estará de volta na edição de 12 de janeiro. Até lá! #FelizNatal #FelizAnoNovo

 

Coluna #prontofalei publicada na edição nº 3741 do Correio de Araxá em 15 de dezembro de 2018

 

This entry was posted in #prontofalei, Destaques. Bookmark the permalink.

Comments are closed.