Vereadora Fernanda Castelha faz cobranças sobre o Canil Municipal

Na reunião ordinária da Câmara Municipal realizada nesta semana, a vereadora Fernanda Castelha (PSL) cobrou da Secretaria de Saúde a efetivação do cargo de motorista do Canil Municipal que ainda não foi provido, mesmo já existindo o veículo e o abrigo funcionando há quase um ano. Ela disse que o Canil Municipal, inaugurado há quase um ano, ainda não está em pleno funcionamento.

 

O carro adaptado do Canil, comprado com o dinheiro devolvido pela Câmara Municipal, em 2017, aos cofres do Executivo, está sendo usado como veículo de apoio da Zoonoses e não para sua finalidade específica que é conduzir os animais para o abrigo. A desculpa de sempre é que não foi feita a efetivação do motorista, mas até quando essa situação vai perdurar? Vemos a carretinha reboque no pátio do Canil, sem utilização alguma, no tempo, a céu aberto, e logo precisará de manutenção e reparos sem nunca sequer ter rodado’’, disse a vereadora.

 

Fernanda ainda cobrou um maior empenho da Prefeitura com o Canil Municipal. “Gostaria de enfatizar também a lamentável situação, o descaso com o dinheiro público e a falta de planejamento da Prefeitura Municipal que, há quase um ano, inaugurou o Canil da cidade e até hoje, o abrigo que foi criado para 700 animais, entre cães e gatos, não está em pleno funcionamento. A obra que custou quase 1 milhão e 500 mil reais aos cofres públicos está sendo subutilizada e continua sendo negligenciada pela Administração da cidade”, disse ela.

 

Em abril deste ano firmamos uma parceria com o Ministério Público, a Polícia Militar, a Polícia Ambiental e o próprio canil para que os animais vítimas de maus-tratos, abandonados ou em situação de risco fossem recolhidos das ruas e levados ao abrigo municipal. Na oportunidade todas as autoridades presentes expuseram suas dúvidas em relação ao modo operacional dos resgates, apontaram suas sugestões e, por fim, ficou definido a solução para esses animais em situação de vulnerabilidade”, explicou a vereadora.

 

“A determinação do Ministério Público foi a seguinte: O número 190 da Polícia Militar foi disponibilizado para qualquer pessoa comum ligar e comunicar o caso de maus-tratos ou abandono. A partir daí a PM seria novamente acionada para registar um boletim de ocorrência e o animal seria posteriormente encaminhado ao Canil Municipal. Os responsáveis pelo órgão da prefeitura concordaram com os termos propostos pelo Promotor Dr. Márcio Oliveira Pereira e, dali em diante, esperava-se um horizonte melhor para a situação”, explicou Fernanda.

 

Como o Canil Municipal ainda não tinha o veículo para condução de cães e gatos, eu e minhas assessoras nos disponibilizamos em ajudar, buscando os cães e gatos que aparecessem nessas condições, enquanto não havia o carro adaptado do abrigo. Desde abril, já fizemos mais de 130 resgates, ficamos responsáveis por ir no Batalhão da Polícia Militar, registrar a ocorrência e, além disso, levar todos os animais para o canil’’, informou a vereadora.

 

“O problema é que toda a responsabilidade por retirar os animais das ruas recaiu sobre a gente. Funcionários da Prefeitura, da Zoonoses e até a Polícia Militar ligam para o meu gabinete querendo que a gente realize os resgates e faça os trâmites administrativos para dar entrada no canil. Pessoas ligam para o gabinete, encaminhadas por estes órgãos, comprando o argumento de que a vereadora Fernanda Castelha é a responsável pelos animais de Araxá. É uma situação absurda e totalmente descabida! São casos recorrentes lá na Câmara; acontecem todos os dias”, criticou a parlamentar.

 

Nunca fomos negligentes e atendemos com muito amor os casos, mas está claramente caraterizado o desvio de função e omissão da Prefeitura Municipal em relação aos animais de Araxá. É inaceitável a situação e a forma como a Prefeitura conduz essa cidade. Tanto desleixo e pouco caso com o dinheiro público, que ficamos desacreditados com o que cenário que vem pela frente. Iremos encaminhar essa indicação à Secretaria de Saúde, mas como é grande a descrença na política de transformação de Araxá, iremos novamente ao Ministério Público para que a lei seja cumprida por quem quer que seja e em todos seus aspectos legais”, finalizou a vereadora.

This entry was posted in Cidade, Destaques, Política. Bookmark the permalink.

Comments are closed.