Polícia Militar realiza Operação Fecha Batalhão

O 37º Batalhão da Polícia Militar desencadeou nesta terça (18) e quarta (19) a Operação Fecha Batalhão nas 12 cidades que o compõe. Participaram das duas fases da operação 108 militares e 41 viaturas. Com o foco da operação foi interceptar criminosos e o transporte ilegal de objetos ilícitos (armas e drogas), fiscalizar o cumprimento de legislação de trânsito, reduzir o número de acidentes com vítimas fatais e não fatais e cumprir mandados de prisão em toda área do batalhão.

 

 

Foram presas pessoas pelo crime de receptação, tráfico e uso de drogas, foragidos da Justiça e autores de furtos; apreendidos substâncias entorpecentes, dinheiro, aparelhos celulares, produtos furtados e de procedência duvidosa.

 

 

Disque Denúncia 181 e Emergencial 190

 

 

A Polícia Militar conta com o apoio de toda a população na denúncia de crimes e repasse de informações que possam auxiliar a Polícia Militar na prevenção e combate a delitos.

 

 

O Disque Denúncia 181 é um serviço destinado ao recebimento de informações dos cidadãos sobre crimes de que tenham conhecimento e qualquer tipo de informações que possam auxiliar o trabalho policial.

 

 

Para denunciar, basta ligar, gratuitamente, para o número 181. O Disque Denúncia funciona com uma central de atendimento unificada, formada por profissionais treinados e capacitados que trabalham em regime de 24 horas para atender à população.

 

 

O Disque Denúncia recebe todo tipo de informe sobre crimes, tais como assalto, tráfico de drogas, arrombamento, porte ilegal de armas, sequestro, estupro, agressão e atividades ilícitas. O Disque Denúncia tem como principais benefícios esperados melhorar a comunicação entre Estado e sociedade, além de recolher e analisar informações que auxiliem na elucidação de ocorrências e na prevenção de delitos.

 

 

As denúncias e situações emergenciais podem também ser repassadas gratuitamente pelo número 190 (Polícia Militar).

This entry was posted in +, Cidade, Polícia. Bookmark the permalink.

Comments are closed.