Vereadora Fernanda apresenta reclamações da população de Araxá

Fernanda Castelha. Foto: Ascom parlamentar.Na tarde de ontem, dia 19, a vereadora Fernanda Castelha (PSL) fez uso da tribuna na Câmara Municipal para apresentar diversas reclamações vindas da população de Araxá. Dentre elas, a parlamentar solicitou à Administração Municipal que seja feita a recuperação do revestimento asfáltico das ruas Lygia Valle Cardoso e Ângela M. Ferreira, ambas no Bairro Serra Morena. A justificativa apresentada pela vereadora levou em conta que as referidas vias públicas encontram-se em situação crítica para o trânsito de veículos.

 

Enormes buracos, possivelmente, devido à má qualidade do asfalto empregado na pavimentação, dificultam a passagem de veículos nas ruas do bairro. Além de prejudicar a circulação do trânsito, o grande número de buracos vem causando transtornos em decorrência da terra que é desprendida do solo, levando poeira e desconforto, podendo acarretar, inclusive, problemas respiratórios aos moradores da região.

 

“É vergonhosa a situação em que se encontra esse trecho do Bairro Serra Morena. A gente anda pela cidade e consegue ver, nitidamente, a diferença entre a região central ou bairros mais nobres e as áreas periféricas de Araxá. Estas duas ruas citadas estão, seriamente, comprometidas pelos buracos que vão, praticamente, de ponta a ponta da rua. Não é possível rodar de carro pela rua Lygia sem cair em um buraco a cada 5 metros”, destacou a parlamentar. 

 

Em seguida, Fernanda Castelha encaminhou à Prefeitura pedido para revitalização da Praça Sebastião M. Alves, localizada no Bairro Serra Morena, sugerindo a instalação de aparelhos de ginástica, recuperação dos brinquedos, reparação do alambrado da quadra e do calçamento, urgente correção da instalação elétrica e limpeza do local.

 

“A praça em questão encontra-se malconservada, com sérios problemas infraestruturais. A quadra tem seus alambrados arrebentados, impossibilitando a prática plena de atividades esportivas. Além disso, a malha de ferro rompida oferece perigo àqueles que brincam e passeiam pelo local. Há instalações elétricas expostas, com fios soltos, conduítes (dutos de fiação) que deveriam ser subterrâneos passando pelo chão. O próprio padrão de energia que alimenta a iluminação pública local está aberto sem a blindagem necessária à segurança. Os antigos brinquedos estão danificados e não mais atendem ao propósito do lazer e as placas do calçamento estão se soltando, o que coloca em risco o trajeto dos pedestres. Moradores solicitaram, também, a instalação de aparelhos de ginástica, hoje muito populares em praças mais centrais da cidade”, frisou Fernanda em mais uma indicação.

 

A parlamentar demostrou preocupação e insatisfação com a instalação do novo calçamento no entorno da Igreja Matriz de São Domingos, obra executada, recentemente, no centro da cidade. Solicitou ao Secretário Municipal de Serviços Urbanos, Sr. Marco Antônio Rios, que seja feita uma vistoria, a cobrança da empresa responsável pela obra e posterior reparo do piso recém-trocado em um dos cartões postais de Araxá.

 

Foto: Ascom parlamentar.

 

“A obra para substituição do calçamento foi feita há pouco mais de 3 meses e já apresenta problemas de rachaduras em vários pontos, prejudicando o trânsito de pedestres. Com grande fluxo de pessoas na região, centenas de crianças e adolescentes do Colégio São Domingos percorrem aquele caminho, além do perigo para pessoas com dificuldade de locomoção, idosos e cadeirantes”, pontuou Fernanda.  

 

Fernanda Castelha também abordou a questão do replantio de árvores em Araxá, feita na forma de compensação, sendo o Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA), órgão responsável pela fiscalização ambiental.

 

“Já cobrei o Instituto, por diversas vezes, o replantio de árvores em forma de compensação e, de maneira muito prestativa, fui atendido pelo Givago Leite, chefe da Divisão de Meio Ambiente do instituto, e sua equipe. Mas tenho que deixar minha insatisfação quando a gente percebe que a lei não está sendo cumprida, conforme deveria, no meu entendimento. Temos o caso dos “Pau Mulatos”, em frente ao Teatro Municipal, que se encontravam plenamente sadios, sem prejuízo à fiação elétrica, os dois em perfeito estado e, até hoje, a compensação dessas árvores não foi feita onde ocorreram os cortes ilegais”, alertou a vereadora em seu pronunciamento.

 

Outro assunto abordado pela parlamentar foi a Greve dos Professores estaduais que já perdura por bastante tempo. “Estamos acompanhando a greve dos professores estaduais de Minas Gerais que perdura até hoje, completando mais de 3 meses de paralisação. Os salários de junho estão sendo parcelados e os professores aposentados ainda não receberam seus vencimentos. É um absurdo o salário que nossos professores ganham e ainda são vítimas de um Governo que privilegia outras classes em detrimento da educação. A gente espera que o Governo de Minas se atente e valorize mais à educação e seus profissionais, a situação se regularize e que possamos voltar à normalidade das aulas, o mais breve possível, para não haver tanto prejuízo aos nossos alunos”, destacou Fernanda na ocasião. 

 

 

Fernanda finalizou seu discurso lembrando a solenidade ocorrida segunda-feira, 18 de junho, no pátio da Câmara Municipal, evento que ficou marcado pela entrega das chaves, ao Canil Municipal, de uma caminhonete e uma carretinha para resgate de cães e gatos das ruas de Araxá. “Apesar de ainda não haver previsão para o veículo começar a circular, já é um grande passo rumo a valorização das condições dos animais em nosso município”, encerrou a vereadora.

This entry was posted in +, Cidade, Política. Bookmark the permalink.

Comments are closed.