Vereador Raphael fiscaliza e apresenta cobranças para a Escola Municipal de Música

Raphael Rios. Foto: Ascom parlamentar.Relator da Comissão de Cultura, o vereador Raphael Rios (SD) deu sequência aos trabalhos de fiscalização ao Poder Executivo, apresentando um diagnóstico sobre a Escola Municipal de Música “Maestro Elias Porfírio de Azevedo”. Em reunião com a coordenação e professores de música, o vereador recebeu demandas da equipe como recomposição e reajuste salarial equiparados aos professores da Secretaria Municipal de Educação, pois os mesmos são vinculados à Fundação Cultural Calmon Barreto, mantenedora da Escola de Música. A questão da remuneração é um pedido tanto dos profissionais concursados quanto dos contratados.

 

A equipe também cobrou apoio logístico para transporte de instrumentos em eventos promovidos pela Prefeitura de Araxá e Fundação Cultural Calmon Barreto, mantenedora da Escola de Música, recursos para manutenção, segurança, cachês equiparados ao mercado para apresentação em eventos de iniciativa privada apoiados pelo Poder Público e, principalmente, reforma e ampliação da sede da escola, que fica na Praça Arthur Bernardes.

 

Percorrendo as dependências da escola, o vereador constatou problemas graves quanto ao telhado da entidade, que está bastante comprometido e inclusive cedendo constantemente algumas partes estruturais como concreto, madeira e telhas.

 

O local também necessita de ampliação de salas de aula, pois algumas foram adaptadas em pequenas baias que têm pouca ventilação. O forro de madeira também está bastante comprometido, apresentando buracos e carunchos.

 

O anexo com salas destinadas ao curso técnico tem acesso aberto, ocasionando constante presença de mendigos e andarilhos que utilizam os banheiros destinados aos alunos e funcionários.

 

O vereador apresentou requerimento à Secretaria de Obras e Mobilidade Urbana para que seja feita reforma geral e ampliação da Escola de Música, e posteriormente se reunirá com a nova presidente da Fundação Cultural Calmon Barreto, Régia Côrtes, para apresentar relatório de fiscalização e apoiar as demandas da equipe.

 

Homenagem a Carlos Fernando Jacob

 

Raphael Rios encerrou seu pronunciamento com apresentação de Projeto de Lei de Denominação de Via Pública – Rua Carlos Fernando Jacob, a atual Rua L do loteamento Parque das Mangabeiras V.

This entry was posted in Cidade, Destaques, Política. Bookmark the permalink.

Comments are closed.