Recanto do Idoso e Lar Ebenézer pagarão dívidas com recursos de fundo municipal

Recanto do Idoso São Vicente de Paulo.O Recanto do Idoso São Vicente de Paulo e o Lar Ebenézer receberão recursos do Fundo Municipal do Idoso para quitarem suas dívidas. O acordo para que os recursos do fundo sejam usados excepcionalmente para pagar as dívidas dessas duas instituições de longa permanência para idosos foi feito entre o Conselho Municipal do Idoso e a promotora de Justiça da Curadoria da Pessoa Idosa, Dra. Mara Lúcia Silva Dourado.

 

As duas instituições acolhem atualmente cerca de cem idosos que têm a saúde física e mental debilitadas. Esses idosos não conseguem viver com autonomia, sendo que a grande maioria foi abandonada ou não tem família. O Ministério Público e o Conselho Municipal do Idoso concordam que essa população acolhida pelas duas entidades deve ser atendida com prioridade e por isto chegaram a um acordo.

 

A promotora Dra. Mara explica que a obrigação de acolher idosos em situação de vulnerabilidade é do município, mas a Prefeitura de Araxá não presta esse serviço. O município se vale dos serviços prestados pelo Recanto do Idoso São Vicente de Paulo e pelo Lar Ebenézer, porém não disponibiliza nenhuma ajuda financeira para estas instituições. Essa situação fez com que fosse autorizado o repasse de recursos do Fundo Municipal do Idoso para as duas entidades.

 

Com a elaboração do diagnóstico da população idosa de Araxá, feita pela Secretaria Municipal de Ação e Promoção Social, o Conselho do Idoso publicará editais para que outras instituições de Araxá apresentem projetos a serem financiados com recursos do fundo. A liberação de imediata de recursos do fundo para as duas instituições de longa permanência para idosos da cidade se deve às enormes dificuldades financeiras enfrentadas por ambas neste momento.

 

“De um lado nós temos duas entidades que acolhem idosos que estão para fechar as portas por conta da dificuldade financeira. De outro lado, temos aproximadamente R$ 13 milhões na conta do Fundo Municipal do Idoso. Então, é justo que uma pequena parte desse dinheiro seja utilizado em prol dos idosos que estão em situação de acolhimento”, justifica a promotora.

This entry was posted in Cidade, Destaques. Bookmark the permalink.

Comments are closed.