Vereador Raphael propõe inclusão de atendimento prioritário para autistas e acompanhantes

Raphael Rios. Foto: Ascom parlamentar.O vereador Raphael Rios (SD) apresentou, na reunião ordinária da Câmara Municipal realizada ontem, dia 3, um projeto de lei que inclui portadores do transtorno do espectro autista e seus acompanhantes entre as pessoas que devem ter atendimento prioritário em repartições públicas, estabelecimentos bancários, comerciais e similares no município de Araxá.

 

A proposta define que os estabelecimentos devem acrescentar o símbolo mundial da conscientização do autismo, caracterizado por uma fita feita por peças de quebra-cabeça, nas placas indicativas de atendimento preferencial, assim como acontece com gestantes, idosos, deficientes físicos e pessoas com crianças de colo.

 

Durante sua justificativa, Raphael lembrou que no dia 2 de abril foi celebrado o Dia Mundial da Consciência do Autismo, e no Brasil são cerca de 2 milhões de pessoas que sofrem desse transtorno.

 

Ele reiterou que o objetivo do projeto é dar mais dignidade e respeito ao portador do transtorno e pais ou responsáveis (acompanhantes), que precisam buscar atendimento coletivo em repartições públicas ou privadas, mas muitas vezes enfrentam dificuldades para a busca desses serviços.

 

“Uma criança que sofre deste transtorno às vezes fica impaciente em uma fila, não entende quando acontece uma demora no atendimento, o pai e a mãe chegam a deixar de buscar esses serviços temendo preconceito ou constrangimento, segundo relatos. Então, esse projeto vem justamente para dar dignidade e respeito para quem sofre ou convive com o autismo”, destaca Raphael.

 

A proposta segue para tramitação do plenário.

 

Cata-Treco

 

Foto: Ascom parlamentar.Raphael Rios também destacou a apresentação de indicação à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos e ao Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (IPDSA) para que se implante em Araxá um programa organizado de recolhimento de objetos domiciliares descartados pela população, como móveis velhos ou danificados, eletrodomésticos, eletrônicos, televisão, geladeira, fogão e outros.

 

Conhecido como “Cata-Treco” em municípios que já executam esse programa, o objetivo é oferecer um serviço de recolhimento desses objetos inutilizados, por meio de agendamento, para que os mesmos tenham destinação adequada, evitando agressão ao meio ambiente e preservando nascentes, rios, áreas verdes e outros.

 

O vereador citou municípios que estão sendo bem-sucedidos com este projeto, como Itajubá, que tem número populacional semelhante a Araxá, e registrou cerca de 3,7 mil atendimento em um período de três anos.

 

Demais ações

 

– Projeto de Lei de Denominação de Via Pública – Rua Elba Davi Machado, a atual Rua L do Loteamento Residencial Dona Adélia II.

 

– Indicação à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos para cercamento, limpeza e retirada de lixo e entulhos na Matinha do bairro São Francisco.

 

– Indicação à Secretaria Municipal de Serviços Urbanos para reforma geral da passarela do viaduto José Domingos Filho (Sesi Senai), que encontra-se em estado precário. Esta indicação já foi apresentada pelo vereador em março de 2017.

This entry was posted in Cidade, Destaques, Política. Bookmark the permalink.

Comments are closed.