Secretaria Municipal de Saúde presta contas em audiência na Câmara de Vereadores

Foto: Ascom PMA.A Câmara de Vereadores recebeu ontem, dia 28, a Audiência Pública da Secretaria Municipal de Saúde, que apresentou a prestação de contas do terceiro relatório detalhado do quadrimestre anterior (setembro até dezembro de 2017). O evento contou com a participação dos vereadores, representantes do Poder Executivo, imprensa, conselhos municipais e comunidade em geral.

 

O presidente do Legislativo, Fabiano Santos Cunha (PRB), conduziu o encontro ao lado do Secretário Municipal de Saúde, Dr. Alonso Garcia, que iniciou agradecendo o trabalho da equipe da Secretaria, o apoio dos vereadores e destacou a participação do Conselho Municipal de Saúde. O Secretário apresentou um resumo dos resultados acumulados até o terceiro quadrimestre em que foram investidos 20,71 % da arrecadação no setor de saúde, obedecendo ao mínimo constitucional estabelecido que é de 15%.

 

A coordenadora da regulação, Carla Fernanda Ribeiro Borges, foi a primeira a se apresentar, ela falou sobre a produção de serviços públicos na rede própria e contratada.

 

O médico Dr. Leirston Paulo da Silva, diretor clínico da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), apresentou um comparativo do número de atendimentos em cada quadrimestre. No período de setembro até dezembro foram realizados um total de 27.107 atendimentos. Ele também apresentou a estrutura física da nova UPA 24 horas. “ O projeto arquitetônico obedece as normas da ANVISA, oferecendo 4 leitos de emergência, 18 leitos, 2 leitos de isolamento, 7 leitos de pediatria além de ofertar exames como raio x digital, ultrassom e 21 tipos de exames laboratoriais”, disse o médico.

 

A farmacêutica Maria Paula Di Mambro falou sobre o trabalho realizado no CAF (Centro de Assistência Farmacêutica), seus setores, formas de atendimentos realizados e distribuição de medicamentos. De acordo com a profissional, a regionalização da Assistência Farmacêutica trouxe maior autonomia ao setor, que passou a gerir os recursos para a aquisição de remédios com mais autonomia.

 

Foto: Ascom CMA.

 

Claudenir Dias, coordenador da Ouvidoria da Saúde SUS, discorreu sobre o setor e os canais em que a população pode entrar em contato para emitir críticas, sugestões e solicitações de informações. Um deles é o “Disque Saúde” (136), em que o cidadão pode falar diretamente com os atendentes. A ouvidoria do município de Araxá foi instituída em 2015, vinculada à Secretaria de Saúde.

 

Juliana Guaraldo Diniz é fonoaudióloga referência técnica em Saúde Auditiva. Ela explicou que o setor atende suspeitas de perda auditiva, que são avaliados pelo programa. Nos quatro últimos meses de 2017 eles ofereceram 17 adaptadores auditivos por mês, além de testes da orelhinha, atendimentos fonoaudiólogos domiciliares e nas Unidades Básicas de Saúde.

 

Finalizando as apresentações, o responsável pelo setor de transporte da Secretaria de Saúde, Ailton Donizete de Almeida, destacou que a frota é composta de 40 veículos próprios e cerca de 20 que atendem por meio de licitação. Juntos, esses 60 veículos percorrem mensalmente mais de 240.000 quilômetros.

 

Os vereadores participaram com perguntas, dentre os temas abordados destacam-se o Plano de Cargos e Salários para os Servidores da Saúde, obras de manutenção nas Unidades Básicas de Saúde, medicamentos para a Farmácia Municipal e políticas para a população idosa.

 

Dr. Alonso encerrou a audiência agradecendo o Legislativo pela devolução da verba que foi destinada para a área de saúde, ele lembrou a importância das UTIs móveis, que estão sendo compradas com a verba devolvida, para melhorar os serviços ofertados.

This entry was posted in +, Cidade, Saúde. Bookmark the permalink.

Comments are closed.