#prontofalei – Apenas o voto pode mudar a política brasileira

Imagem ilustrativa.E mais um ano está terminando. Parece que foi ontem que eu estava brindando a chegada de 2017. E agora já estou aqui escrevendo a última coluna do ano para ser publicada nesta antevéspera do Natal. O ano voou. Aliás, tenho a impressão de que o tempo está passando rápido demais. Parece que foi outro dia que eu dei os meus primeiros passos na imprensa de Araxá com a equipe de esportes da Rádio Imbiara, que ainda funcionava na rua Calimério Guimarães. Mas, na verdade, já se passaram 15 anos. Aquele jovem agora é um quarentão. O tempo passa e a gente nem vê.

 

Este foi mais um ano difícil para o povo brasileiro. Por mais que o governo do presidente-tampão Michel Temer tente convencer a população de que as coisas estão melhorando, o trabalhador brasileiro não viu esta melhora no seu dia a dia. Impulsionados pelos constantes aumentos dos combustíveis, os preços dos alimentos, eletrodomésticos, vestuário e de tantos outros produtos continuaram subindo neste ano. O que diminuiu mesmo neste ano foi só o poder de compra dos brasileiros.

 

A crise financeira persiste em massacrar a camada mais carente da população brasileira. Ainda existem milhões de desempregados no Brasil que não conseguem levar o sustento para as suas famílias. Vivem de uma ajuda aqui e outra ali. São brasileiros honestos que viram as suas vidas virarem de cabeça para baixo por causa dessa crise causada por políticos corruptos que desviaram milhões de reais para os seus bolsos. Esse dinheiro desviado está fazendo uma falta enorme para a saúde, educação e segurança.

 

Um político quando é condenado por corrupção deveria ter uma pena também por assassinato. O dinheiro escondido nas malas e cuecas de Brasília é desviado dos hospitais públicos onde morrem pessoas por falta de atendimento. O dinheiro que seria investido na segurança está escondido em algum apartamento luxuoso e por isto as polícias têm armamentos inferiores aos dos bandidos. Os policiais que morreram neste ano tentando combater ações de quadrilhas criminosas foram vítimas dos homicidas de colarinho branco que enriquecem às custas da corrupção.

 

O ano também teve momentos em que os araxaenses puderam conhecer melhor os deputados federais de outras cidades que foram bem votados em Araxá na última eleição e buscarão votos aqui novamente em 2018. Praticamente todos eles votaram a favor de projetos prejudiciais ao povo brasileiro e ainda enterraram duas vezes as denúncias feitas pela Procuradoria-Geral da República contra o presidente-tampão Michel Temer por corrupção, obstrução da Justiça e organização criminosa. Os tais deputados mostraram ao povo de Araxá que não merecem os nossos votos no ano que vem.

 

Aliás, tudo indica que deveremos ter candidatos aqui de Araxá para deputado federal. Isso é muito bom, pois assim não vamos precisar desperdiçar os nossos votos com candidatos de outras cidades que aparecem aqui somente de quatro em quatro anos prometendo mundos e fundos e desaparecem depois de reeleitos. Uma cidade do tamanho de Araxá precisa retomar a sua cadeira na Câmara dos Deputados, em Brasília, e manter o seu assento na Assembleia Legislativa de Minas Gerais. É muito importante para a cidade ter os seus próprios representantes nas esferas estadual e federal.

 

Um fato inédito nas eleições de 2018 será a presença de um araxaense concorrendo ao cargo de governador de Minas Gerais. O empresário Romeu Zema Neto será o candidato do Partido Novo ao Governo do Estado. Será a primeira vez que os araxaenses poderão votar em um conterrâneo para governador. Não será uma empreitada fácil, mas Romeu pode surpreender como fizeram os prefeitos Alexandre Kalil (Belo Horizonte) e João Dória (São Paulo) na eleição do ano passado. A onda de renovação que toma conta do país pode favorecer a candidatura dele.

 

O ano que vem será muito importante. Os brasileiros terão a oportunidade de mudar a política do nosso país por meio do voto. Tomara que a população entenda a sua importância nas eleições de 2018 e vote com consciência, lembrando sempre que voto não tem preço e sim consequência nas nossas vidas. Desejo a todos os amigos e amigas que, mesmo em tempos tão corridos, nos prestigiam toda semana aqui nas páginas do Correio de Araxá um santo e abençoado Natal. E que o Ano Novo seja de muita saúde, paz, amor e realizações. Muita luz para todos nós! #Até2018

 

Coluna #prontofalei publicada na edição nº 3690 do Correio de Araxá em 23 de dezembro de 2017

 

Foto: Reprodução/Correio de Araxá.

This entry was posted in #prontofalei, Destaques. Bookmark the permalink.

Comments are closed.