Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal promove reunião sobre coleta de lixo e de materiais recicláveis

Foto: Ascom parlamentar.A Comissão de Meio Ambiente da Câmara Municipal promoveu, na tarde desta segunda-feira, 25, uma reunião de trabalho para abordar a situação da coleta seletiva de materiais recicláveis e também da coleta do lixo na cidade. A reunião foi conduzida pelo vereador Raphael Rios e contou com a presença dos vereadores membros da comissão, Fárley Pereira de Aquino e Fernanda Castelha, além do 1º secretário da Mesa Diretora, vereador Edinho Souza.

 

A reunião de trabalho contou com representantes do Ministério Público, Prefeitura Municipal, através das Secretarias de Serviços Urbanos e Educação, e do Instituto de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável de Araxá (IPDSA). Entidades representativas também se fizeram presentes: Grupo Repensando; Acia Jovem; Instituto Consciência e Ação; Cáritas, além dos representantes das cooperativas de coleta seletiva: Foco Ambiental e Cooperare.

 

Foto: Ascom parlamentar.Representando a Secretaria de Serviços Urbanos, José Humberto Borges, fala do trabalho da Prefeitura para a coleta. “Hoje temos dois caminhões que estão trabalhando para as cooperativas e a Prefeitura vai adquirir mais dois para completar o serviço. Após isso, é preciso montar as equipes, fazendo os itinerários para fazer toda essa coleta na cidade.” Ainda, segundo ele, sobre a coleta do lixo, a Prefeitura está realizando a licitação para adquirir mais seis caminhões e todo o serviço será terceirizado, cabendo apenas à Prefeitura o acompanhamento do trabalho.

 

Superintendente do IPDSA, Ricardo Manoel de Oliveira, destaca que o aumento do volume na coleta seletiva resulta diretamente na situação do Aterro Sanitário. “Com a coleta seletiva podemos aumentar a vida útil do aterro em até 30%.”

 

Foto: Ascom parlamentar.O promotor de Justiça e Curador do Meio Ambiente, Márcio Oliveira Pereira, afirma que o trabalho de coleta já foi mais bem organizado em Araxá. “É preciso dar mais atenção ao serviço de coleta e apoio às entidades, com contratos que possam financiar o trabalho que é um investimento e que será recompensado com o melhor uso do Aterro Sanitário e de outras medidas que seriam necessárias por parte da Prefeitura, mas que eles fazem.”

 

Reilda Maria, da Foco Ambiental, espera que o serviço seja retomado. “Espero que não fique só no papel e, com todas essas propostas, saia alguma coisa para que possamos viver melhor.”

 

Walter Lucio Vieira, da Cáritas, afirma que a participação de todos superou as expectativas. “De várias formas nós trabalhamos a muitas mãos esse início de projeto. Uma proposta de termos um cronograma de ações planejadas e organizadas para não se perder a ideia e o incentivo inicial, para a conclusão do processo.”

 

Propositor da reunião, Raphael Rios destaca que Walter Vieira ficará à frente de uma Comissão que será formada e que vai acompanhar as etapas que a Prefeitura vai seguir para a retomada da coleta. “Foi uma reunião positiva e cada um com suas ideias demonstram a preocupação com a destinação dos resíduos e com a situação do Aterro Sanitário. Vamos continuar cobrando para que o serviço volte a funcionar”, completa.

 

Foto: Ascom parlamentar.

 

Fonte: Ascom Vereador Raphael Rios

This entry was posted in Cidade, Destaques, Meio Ambiente. Bookmark the permalink.

Comments are closed.