Conselho da Criança e Adolescente elege membros da sociedade civil

Foto: Ascom PMA.Foi realizado no último dia 20 de setembro o Fórum Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente que definiu entidades da sociedade civil que integrarão, juntamente com seis membros do poder público, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA). Representantes das 17 entidades assistidas pelo Conselho votaram nas oito concorrentes inscritas. Foram vitoriosas: Casa de Nazaré, Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), Associação Damas Salesianas de Araxá, Centro de Atendimento à Criança (Fama), Instituto Foco e Fundação Cultural de Araxá (Uniaraxá).

 

O conselho atua na formulação de políticas de atendimento e controle de ações e programas para crianças e adolescentes de Araxá, sendo responsável pela gestão do Fundo Municipal da Infância e Adolescência. A solenidade foi acompanhada pelos demais membros do conselho; pela promotora de Justiça e curadora da Infância e Juventude, Mara Lúcia Silva Dourado; e a secretária de Ação e Promoção Social, Lídia Jordão.

 

Foto: Ascom PMA.“É importantíssimo esse envolvimento da sociedade civil com a escolha dos representantes que ocuparão a representação da organização social no CMDCA, em função de que políticas públicas precisam partir desse conselho e, também, a atenção integral à criança e ao adolescente. Temos os mais diversos segmentos representativos e eles importam na melhoria da atenção, assistência e condições de vida das nossas crianças e adolescentes”, ressalta Lídia Jordão.

 

Posse e eleição da nova diretoria

 

O CMDCA passará por eleição da mesa diretora no próximo dia 26 de setembro, na Casa de Conselhos. Na ocasião, também serão empossados os seis representantes das entidades da sociedade civil que foram eleitas. A gestão valerá pelo biênio 2017-2019. Prestes a deixar o CMDCA, a presidente Leany Tupinambá avalia positivamente a atuação ao longo de dois anos e adianta o anseio de que a nova formação atue de forma séria e eficaz.

 

“Fizemos um trabalho bom, que foi árduo e feito com muita dedicação, seriedade e responsabilidade. Sentimos uma equipe unida, respeitando as deliberações democráticas. Entregamos os trabalhos com a sensação do dever cumprido e fico muito feliz da oportunidade de trabalhar em prol das crianças e adolescentes do nosso município. Os representantes da sociedade civil representam entidades registradas no CMDCA há um tempo e esperamos que elas continuem o trabalho e façam até um pouco mais.  Torcemos para que o trabalho evolua e cresça para atender as necessidades”, avalia.

 

Foto: Ascom PMA.

This entry was posted in +, Cidade. Bookmark the permalink.

Comments are closed.