Fórum Comunitário debateu a segurança pública em Araxá por quase seis horas

Foto: Ascom CMA.Foi realizado ontem na Câmara Municipal o Fórum Comunitário que debateu a segurança pública em Araxá. O evento, que durou quase seis horas, contou com a participação do Poder Judiciário, Ministério Público, Polícia Civil e Militar, Secretaria de Segurança Urbana e Cidadania, deputado estadual Bosco, Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), Sindicato do Comércio (Sindcomércio), Associação Comercial e Industrial de Araxá (Acia), Conselho de Segurança Pública (Consep), vereadores, imprensa e comunidade.

 

O encontro foi conduzido pelo Presidente da Câmara Municipal, Vereador Fabiano Santos Cunha (PRB). A vereadora solicitante do fórum, Fernanda Castelha (PSL), abriu o evento demonstrando sua preocupação com o tema destacando: “O objetivo do encontro é buscar sugestões e dar a oportunidade de discutir o assunto para juntos buscar soluções efetivas”. A parlamentar também agradeceu o apoio dos vereadores Raphael Rios (SD), Robson Magela (PRB) e Ceará da Padaria (PMB), que foram signatários do Fórum Comunitário.

 

Foto: Ascom CMA. 

 

O juiz criminal Dr. Renato Zupo sugeriu a implantação da guarda municipal, investimento em segurança privada e a valorização do trabalho dos policiais. Melhorias na educação e a inserção dos jovens e adolescentes no mercado de trabalho foram ações sugeridas pela promotora de Justiça, Dra. Mara Lúcia Silva Dourado. O delegado de Polícia Civil e especialista em segurança pública, Dr. Renato de Alcino Vieira, concorda que a violência deve ser combatida com educação. Ele citou o exemplo de Belo Horizonte que instalou escolas de tempo integral com o objetivo de combater a criminalidade.

 

O tenente-coronel Fernando Marcos dos Reis apontou melhorias ocorridas na Polícia Militar de Araxá, como o aumento do número de viaturas, novos policiais para o efetivo, aumento dos serviços oferecidos, ampliação da Rede de Proteção e suporte da PM ao videomonitoramento. Representando o prefeito Aracely de Paula, o secretário de Segurança Urbana e Cidadania, Dr. Élvio Bertoni, anunciou a instalação de 22 novas câmeras de videomonitoramento em pontos estratégicos e destacou que está aquisição trará ganhos para a segurança pública municipal.

 

O delegado regional de Polícia Civil, Dr. Vitor Hugo Heisler, apontou que a Polícia Civil está com deficit de investigadores, delegados e viaturas e que, apesar das dificuldades, o órgão está priorizando a apuração de crimes contra o patrimônio sendo detectado que a maioria desses crimes é cometido por pessoas que vieram de outras cidades.

 

Foto: Ascom CMA.

 

O deputado estadual Bosco também esteve presente. Ele destacou as conquistas obtidas junto ao Governo do Estado como viaturas e 70 novos policiais para o 37º Batalhão de Polícia Militar. Bosco destacou que está trabalhando para conseguir um aumento de efetivo também para a Polícia Civil e melhorias para o Corpo de Bombeiros de Araxá.

 

Comerciantes e empresários também tiveram a oportunidade de opinar. Itamar Machado, presidente da CDL, falou sobre o momento de dificuldade pelo qual os comerciantes estão passando e lembrou que quando lojas fecham as portas a criminalidade tende a aumentar. O presidente da Acia, Emílio Neumann, colocou a instituição à disposição para colaborar em relação ao assunto.

 

A população também participou do evento sugerindo a ocupação dos espaços públicos com ações positivas, desenvolvimento de projetos sociais com o objetivo de combater a violência, implantação da guarda municipal, instalação de portais nas entradas da cidade e parcerias entre a Prefeitura e os comerciantes.

 

Ao final do encontro o presidente Fabiano agradeceu a presença de todos os convidados e declarou que a Câmara trabalhará para buscar soluções para a segurança em Araxá.

This entry was posted in Cidade, Destaques, Política, Segurança Pública. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *