Comandante rebate juiz criminal: “A Polícia Militar está 24 horas por dia nas ruas, todos os dias da semana e os 365 dias do ano”

Tenente Coronel Arnaldo Pereira Júnior. Foto: Portal Araxá.O 37º Batalhão da Polícia Militar de Araxá reconheceu o aumento da violência no início deste ano em Araxá. Mas, fez ressalvas em relação a alguns pontos criticados pelo juiz Renato Zupo em entrevista coletiva concedida na última terça-feira, dia 29, para destacar a preocupação do Poder Judiciário com o grande número de assaltos e roubos registrados nos últimos dias.

 

O comandante, Tenente Coronel Arnaldo Pereira Júnior, afirma que os índices de criminalidade estão fora do padrão de Araxá. “Estamos fazendo todo o trabalho que está ao nosso alcance para devolver ao cidadão araxaense a tranquilidade que ele merece e que é a nossa missão de fazer. Temos feito isso diuturnamente e contamos com a colaboração da comunidade com as denúncias anônimas para que tenhamos mais efetividade na prisão desses criminosos. Temos a confiança de restabelecer a tranquilidade em Araxá e na região, que também é nossa responsabilidade”.

 

 

Sobre a cobrança do juiz Renato Zupo de um policiamento ostensivo na cidade e a falta de policia nas ruas, o comandante não concorda com o posicionamento.

 

“A Polícia Militar está 24 horas por dia nas ruas, todos os dias da semana e os 365 dias do ano. Eventualmente, alguns cidadãos que não conseguem perceber a presença da polícia militar em determinadas localidades, mas o restante da população e aqueles que estão sendo atendidos pela polícia militar, com certeza, está percebendo.  Não existe, zona de exclusão de policiamento  na cidade de Araxá. Toda e qualquer localidade dentro do município e na zona rural de Araxá está sendo policiado. É claro que temos limitações e não é possível está em todos os lugares durante todo o tempo, mas estamos atendendo o cidadão dentro das suas demandas e do levantamento estatístico e mapeamento das zonas onde temos uma maior probabilidade da incidência criminal. Isso surtiu efeito até o final do ano passado, mas em 2016 tivemos uma modificação do modos operante de parte da marginalidade e estamos estudando esse fenômeno”, destaca Arnaldo.

 

 

O Tenente Coronel ressalta que não houve reclamação registrada pelo37º Batalhão da Polícia Militar de não atendimento do 190.

 

“Gostaríamos muito que o cidadão que tem reclamado a outros órgãos, reclame na Polícia militar. Não recebemos nenhuma reclamação do não atendimento ou do mal atendimento no 190. Fazemos uma pesquisa permanente desse atendimento. Essa pesquisa é feita desde o momento  que o cidadão ligou no 190 até a guarnição sair do local, onde ela resolveu ou encaminhando a solução do problema do cidadão.  Temos mais de 90% de aprovação do atendimento  da Polícia Militar em Araxá e região. Todo órgão tem deficiência e, eventualmente, nós estamos atendendo mal algum cidadão. Gostaríamos que  ele nos procurasse para encontrarmos esse problema e o corrigisse com a brevidade possível”, afirma o comandante do 37º Batalhão da Polícia Militar.

 

Fonte: Araxá na Moral

 

 


Comandante rebate juiz criminal: “A Polícia Militar está 24 horas por dia nas ruas, todos os dias da semana e os 365 dias do ano”

This entry was posted in +, Cidade, Polícia. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *