Governo Municipal insiste em comprar uma área por R$ 600 mil e doá-la para cervejaria

E continua a novela da instalação de uma fábrica de cerveja artesanal em Araxá. Ontem mais uma vez o projeto de lei que autoriza a compra de uma área da Cemig pelo município, onde a fábrica seria instalada posteriormente, não foi votado pelos vereadores, afinal o prefeito Jeová (PDT) continua se fazendo de desentendido quanto ao repasse de R$ 900 mil para o Hospital Casa do Caminho. Durante a reunião de ontem, o líder do Governo Municipal no Legislativo, Professor Cachoeira (PDT) fez uma defesa veemente do projeto e disse que a Câmara Municipal se transformou em um mercado persa de barganha. De tudo que ele disse, o mais sensato foi que o projeto não chegou ao Legislativo de forma inteligente.


A frase de Cachoeira sobre a Câmara Municipal ter se transformado em um mercado persa de barganha foi dita porque onze vereadores anunciaram que somente votarão projetos oriundos do Executivo se o prefeito Jeová realizar o repasse de R$ 900 mil ao Hospital Casa do Caminho como está previsto no orçamente do município. A exceção são os projetos que contemplem repasses para outras entidades, que sejam para o custeio de despesas fixas que envolvam a continuidade de programas em andamento ou tragam benefícios para os servidores públicos. Esses vereadores estão corretos ao assumirem essa posição, mas ao invés de interceder junto ao prefeito para buscar uma solução para a Casa do Caminho, Cachoeira preferiu vir com essa conversinha de mercado persa.


Cachoeira exibiu um vídeo institucional da empresa de batatas pré-fritas Bem Brasil para tentar fazer uma comparação da empresa com a Cervejaria Wäls, que pretende se instalar em Araxá. Inclusive, o vídeo foi muito bem produzido pela Campos Produções, que é a responsável pelos painéis eletrônicos de publicidade instalados de forma irregular em nossa cidade. O vereador pedetista afirmou que a Bem Brasil enfrentou as mesmas dificuldades para se instalar em Araxá que estão sendo enfrentadas agora pela Cervejaria Wäls. Cachoeira fez outras comparações entre os dois empreendimentos para tentar impressionar os vereadores, mas um não tem nada a ver com outro. A Bem Brasil tem 380 funcionários e a cervejaria não terá nem um quarto disto. Além disso, a produção de batatas pré-fritas é em alta escala, enquanto que cervejas artesanais são produzidas em quantidades menores.


Eu não sou contra a instalação de uma fábrica de cervejas artesanais, que, aliás, costumam ser muito saborosas. Não concordo é com a Prefeitura gastar R$ 600 mil pra comprar uma área para doá-la à cervejaria, sendo que existem muitos terrenos ociosos no Distrito Industrial, que agora pertence ao município. Esses R$ 600 mil podem perfeitamente se juntar aos R$ 300 mil que já foram aprovados pelos vereadores para a Casa do Caminho, totalizando assim os R$ 900 mil que o hospital necessita. Será que por acaso a cervejaria exigiu a construção de sua fábrica ali às margens da Avenida Geraldo Porfírio Botelho? Foi divulgado nesta semana que os proprietários da cervejaria se reuniram com a prefeita de Ribeirão Presto/SP, Dárcy Veras, que quer a levar a fábrica pra lá. Se eu fosse o prefeito Jeová tratava logo de doar para a cervejaria uma área lá no Distrito Industrial para que Araxá não perca essa fábrica.


Depois de tirar do texto do projeto de lei a citação de doação da área a ser adquirida para a Cervejaria Wäls, o Executivo vai retirar agora o termo doação do texto para que o projeto seja apenas de aquisição da área pertencente a Cemig. Agora, se tem uma coisa que eu não suporto é os políticos acharem que a gente não tem cérebro. Tentando mudar o foco do projeto para tentar aprová-lo, Cachoeira disse ontem que a área de 22.555m² que o município quer adquirir por R$ 600 mil é para a construção da Cidade Gastronômica, que deve ter mesmo uma fábrica de cerveja artesanal, mas que haverá uma licitação entre as cervejarias que quiserem se instalar no local. Tem dó né vereador. Por acaso o senhor sabe me dizer o nome de alguma outra cervejaria que manifestou interesse em se instalar em Araxá? Esse argumento do líder da bancada governista é um atentado contra a nossa inteligência.

This entry was posted in Econômia, Política. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *