Vereador Mauro denuncia desvio de dinheiro público em outra entidade de Araxá

Vereador Mauro Chaves. Foto: Ascom Câmara Municipal.O vereador Mauro Chaves (PDT) fez uma grave denúncia na reunião ordinária da Câmara Municipal desta semana. Ele denunciou o desvio de dinheiro público que foi repassado para uma entidade de Araxá em 2014. O vereador não revelou o nome da entidade, mas informou que a mesma recebeu cerca de R$ 100 mil da Prefeitura Municipal durante o período em que Miguel Júnior (PMDB) foi o prefeito interino da cidade.

 

Mauro disse que tomará todas as providências sobre esse desvio de dinheiro público e revelou que já está sofrendo ameaças veladas por isto. O vereador, que é policial civil aposentado, disse que sempre sofreu ameaças devido a sua atividade profissional e avisou aos envolvidos no desvio que não tem medo de bandido. Mauro ainda disse que podem existir outros casos de desvio de dinheiro público repassados para entidades de Araxá.

 

O vereador propôs ainda a criação de um Portal da Transparência específico para que as entidades beneficiadas com repasses da Prefeitura de Araxá prestem contas dos recursos recebidos e mostrem os serviços que prestam à comunidade. Para Mauro, o portal ajudaria na seleção das entidades que realmente merecem receber dinheiro público.  Ele deve propor uma CPI para apurar outras denúncias de desvio de repasses públicos.

This entry was posted in Cidade, Denuncia, Destaques. Bookmark the permalink.

21 Responses to Vereador Mauro denuncia desvio de dinheiro público em outra entidade de Araxá

  1. paloma disse:

    Fez uma grande denuncia sem citar nomes, pra que??? ficou em vão .

  2. daiane disse:

    hoje na tribuna o Mauro revelará o nome da entidade, serà ???

  3. paulo henrique disse:

    uai, cadê o nome da entidade e dos envolvidos que o mauro a sete dias,será qui ele ficou com medo das ameaças???

  4. Margareth Andrade disse:

    Mauro, para de jogar pra galera. Você está no poder há 3 anos, justamente pra fiscalizar e agora vem com historinha. Porque não fiscalizou antes? Isso sim é jogar pra galera. Ah! tem dó!

  5. João Vitor disse:

    E os vereadores precisam urgente aprovar uma lei que regulamente para quais instituições deva ser destinado dinheiro público com a obrigação de prestação de contas e a participação do MP.
    Não é mais possível a gente ter que assistir a distribuição de dinheiro para instituições que não tem nada a ver com a população , e pior sem ter que prestar conta de nada nunca.

    Isso e JOGAR DINHEIRO FORA.
    Moto Clube Cobra do Asfalto
    UEA União dos Estudantes de Araxá
    LAD
    Assossiacão dos Aposentados
    E outras tantas que só servem para receber dinheiro não se sabe pra que.

  6. maria do carrmo pereiral disse:

    falram os seguintes repasses que o miguel jr fez as entidades:

    Repasses para a Santa Casa de Misericórdia (R$ 1,2 milhão), Cosprema (R$ 100 mil), Lions Clube de Araxá (R$ 200 mil), Grupo Assistencial Esperança e Caridade (R$ 30 mil) e Moto Clube Cobra do Asfalto (R$ 30 mil).

  7. Pedro disse:

    20 mil para a UEA?

    Sinceramente não conheço o trabalho das outras instituições, mas a UEA faz o que pela população? Se o estudante quer tirar a carteirinha é pago, sinceramente muito estranho!

  8. maria do carrmo pereiral disse:

    Eu pergunto se diretores de entidades fazem isso em uma instituição qui salva vidas, imagina oque não fazem com o dinheiro empregado por exemplo em uma entidade de lazer é de doer ao imaginar oque essas entidades podem tá fazendo há anos com nossos impostos.

  9. fabio vasconcelos disse:

    Uma maneira facil de desviar dinheiro publico é usando as entidades , ninguém fiscaliza, a maioria dessas entidades tem desvios de finalidades troca de favores eleitoreiros sempre ligado à desvio de verbas, se investigarem á fundo vão achar muita mais muita sujeiras em varias outras entidades e com políticos envolvidos, o portal da transparência sugerida pelo Mauro mostra que ele é um dos poucos vereadores que não está ligado a nenhum esquema fraudulento com entidade alguma , já os vereadores que se omitirem a criação desse portal tão todos “cortando prego” pra não serem pegos

  10. Luis Caetano disse:

    Se o vereador Mauro conseguir apoio da maioria na Câmara (o que eu duvido) para criar essa CPI especialmente para investigar repasses às entidades, com certeza teremos mais suplentes de vereadores sendo empossados no cargo em breve aqui em Araxá. Vale a pena torcer pela CPI……porque se acontecer de verdade a casa de muitos vai cair……. Parabéns ao Mauro pela iniciativa!!!! MORALIDADE JÁ!!!!!!

    • Marquinho disse:

      Luiz Caetano

      O que precisa realmente e esses vereadores criarem “vergonha na cara” e elaborarem uma LEI que obrigue as instituições que recebem dinheiro do Município, a prestarem conta do dinheiro que é repassado para elas, e só voltar a repassar novos recurso com a prestação de contas do dinheiro repassado anteriormente, e caso não seja feito a prestação de contas nas datas estabelecidas o executivo deve ser obrigado a denunciar o fato dentre outros órgãos, ao Ministério Publico também, para que haja juridicamente e instaure as providencias cabíveis, podendo inclusive decretar o fechamento da instituição.

      Quero ver se algum engraçadinho vai querer desviar recursos…Se desviar vai preso, afinal é dinheiro publico.

      Mas para isso a cabeça deles eles não querem pensar…agora para roubar e atribuir seus próprios aumentos, bom isso para isso eles são bons e pensam rapido…

  11. Jesus Lopes Gontijo disse:

    Efeito domino, vai aparecer desvios pra todo lado, só quero ver quem vai ter a coragem de denunciar e dar a cara pra bater, agora veremos se existe gente seria na política de Araxá ou são todos como os que estamos vendo ai todos os dias em todo o Brasil.

  12. Miguel disse:

    As investigações vão prosseguir, inclusive pelo fato de que existe a suspeita de que propinas nos valores de R$ 30 mil a R$ 80 mil foram pagas a vereadores para reeleição do presidente Miguel Júnior. O dinheiro utilizado teria como origem o repasse de verbas a entidades assistenciais realizado pelo prefeito interino, Miguel Júnior. Ao todo, cerca de R$ 2 milhões de reais devem ter sido desviados.

    Entre as 54 entidades contempladas pelos projetos aprovados pelos vereadores em junho de 2014, estão a Associação dos Servidores Públicos da Prefeitura e Câmara Municipal de Araxá:

    ASERPA – R$ (330 mil) –
    União Estudantil de Araxá – UEA-
    Liga Araxaense de Desportos (R$ 83.822)
    Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araxá (R$ 60 mil)
    Associação Boa Providência (R$ 60 mil)
    Associação Comunitária Caminhos da Vida de Araxá (R$ 55 mil)
    Associação da Capela Mártir Filomena (R$ 30 mil)
    Obras Sociais e Assistenciais Nabor do Amanhecer (R$ 105 mil)
    Associação Deus Provedor (R$ 80.850); Associação Kosmo’s (R$ 40 mil)
    Obras Sociais Augusto Lima (R$ 37.800)
    Obras Assistenciais Chico Xavier (R$ 33.600)
    Casa de Nazaré (R$ 47.775)
    Instituto Labor, Fé e Amor (R$ 72.450)
    Obras Estrela do Oriente (R$ 12 mil)
    Oratório Nossa Senhora Auxiliadora (R$ 30.450); dentre outros.

    Na última reunião da Câmara Municipal, o vereador Mauro Chaves (PDT) fez uma denúncia de desvio de dinheiro que foi repassado para uma entidade de Araxá em 2014. O vereador não revelou o nome da entidade, mas informou que a mesma recebeu cerca de R$ 100 mil da Prefeitura Municipal durante o período em que Miguel Júnior (PMDB) foi o prefeito interino da cidade. De acordo com o vereador, policial civil aposentado, ele já sofreu ameaças enquanto policial e não tem medo de qualquer pressão politica. “Já sofri ameaças veladas aqui dentro e posso garantir que eu não tenho medo de bandido.”

    Fonte: site Araxá na Moral

  13. Giselle ribeiro disse:

    Denunciar pra mim é dar nome aos bois, é apresentar provas concretas e no lugar correto – na policia….e isso ele não fez!! Apenas espalhou palavras ao vento. Falou e não apresentou provas. Uma pessoa que faz uma “denuncia” dessa gravidade e importancia, deveria ter sido conduzida imediatamente ao local correto para registro da mesma – delegacia de policia, para que as providencias pudessem ser tomadas a fim de evitar que os possíveis culpados eliminem provas ou corrompam pessoas em favor de encobrir algum mal feito… Tenho muito receio que essa conduta intempestiva possa espantar todos os culpados e prejudicar uma apuração legitima das irregularidades que porventura existirem.

  14. Euripedes disse:

    Muito bom Mauro, enfrente esses bandidos.

  15. paulo disse:

    agora que se vê a necessidade de um sistema mais criterioso para repasse de dinheiro ( que é do povo) para as entidades que vendem seus serviços, do jeito que esta só pode virar essa FARRA com dinheiro que nunca saiu do bolso de parlamentares como no caso, os vereadores, visando somente o sistema “politiqueiros”, dá nisso ai!

  16. antonio disse:

    Deixa eu entender ,o presidente da câmara , o ex secretário de saúde, e outros estão sendo acusados de corrupção , parte deles fazia parte da base de governo que o digníssimo vereador era líder, depois que o problema acontece ele vem a público se posicionar como o salvador, me desculpe mas isso me cheira um baita oportunismo .

  17. João Vitor disse:

    Depois desse tremendo escandalo sera que esses caras vao ter coragem de continuar morando em Araxa

  18. araxaino disse:

    Entre as 54 entidades contempladas pelos projetos aprovados ontem pelos vereadores estão a Associação dos Servidores Públicos da Prefeitura e Câmara Municipal de Araxá (ASERPA), que está sendo investigada pelo Ministério Público, e a União Estudantil de Araxá (UEA), que é uma entidade muito contestada pelos próprios estudantes da cidade. São R$ 330 mil para a ASERPA e R$ 20 mil para a UEA.

    Já o Sindicato do Comércio de Araxá foi contemplado com R$ 204 mil para custear as atividades do programa Minas Fácil. Além disso, o município cederá três servidores para trabalhar nesse programa, assim como já fez nos anos anteriores. O Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Araxá e Tapira foi contemplado com R$ 36 mil. Os vereadores também aprovaram repasses para a Liga Araxaense de Desportos (R$ 83.822); Associação dos Aposentados e Pensionistas de Araxá (R$ 60 mil); Associação Boa Providência (R$ 60 mil); Associação Comunitária Caminhos da Vida de Araxá (R$ 55 mil) e Associação da Capela Mártir Filomena (R$ 30 mil) e Obras Sociais e Assistenciais Nabor do Amanhecer (R$ 105 mil). Oito instituições educacionais de Araxá foram contempladas com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (FUNDEB).

    As entidades contempladas com os recursos do FUNDEB são: APAE (R$ 653.266,56); Instituto Gabriela Mistral (R$ 356.984,16); Casa de Nazaré (R$ 433.102,24); Centro Vovó Sérgia (R$ 410.700,40); Associação Educacional (R$ 119.958,24); Jardim de Infância Santa Terezinha (R$ 184.995,84); CEPAC (R$ 96.352,00); Escola Mundo da Criança (R$ 269.544,72). Outras 36 entidades também foram contempladas com repasses oriundos dos cofres do município. Esses recursos são do Fundo Municipal de Assistência Social e os repasses foram autorizados pelo Conselho Municipal de Assistência Social. Confira abaixo quais foram essas entidades:

    Associação Deus Provedor (R$ 80.850); APAE (R$ 232.050); Associação Kosmo’s (R$ 40 mil); Associação São Francisco de Assis (R$ 105 mil); Damas Salesianos (R$ 21 mil); Associação de Assistência da Santa Casa (R$ 59.250); Associação do Urciano Lemos (R$ 21 mil); Banco de Cadeiras de Rodas (R$ 36 mil); Associação Educacional de Araxá (R$ 13.650); Lar Ebenézer (R$ 226.800); Obras Sociais Augusto Lima (R$ 37.800); Obras Assistenciais Chico Xavier (R$ 33.600); Casa de Nazaré (R$ 47.775); Centro Júlio Dário (R$ 170.100); Centro Louis Braille (R$ 85.050); CEMEI Vovó Sérgia (R$ 39.200); Clube do Xadrez Arthur Rosa (R$ 33.600); COAFRO (R$ 141.750); Comunidade Rhema (R$ 21 mil); CONSEP (R$ 141.750); Escola Mundo da Criança (R$ 25.400); FADA (R$ 220.500); FAMA (R$ 288.750); Instituto Gabriela Mistral (R$ 26.900); Instituto Foco (R$ 98.700); Instituto Labor, Fé e Amor (R$ 72.450); Obras Assistenciais Allan Kardec (R$ 18.900); Obras Assistenciais Caminheiros do Bem (R$ 84 mil); Obras Assistenciais Eurípedes Barsanulfo (R$ 44.100); Obras Servos de Maria (R$ 18.900); Obras Estrela do Oriente (R$ 12 mil); Oratório Nossa Senhora Auxiliadora (R$ 30.450); Recanto do Idoso (R$ 226.800); Lar Santa Terezinha (R$ 47.250); SOPROH (R$ 67.200) e SOS (R$ 226.800).

  19. Felipe disse:

    Prestação de contas das verbas publicas repassadas para entidades já deveria ser LEI a muito tempo, só não existe essa obrigatoriedade porque e justamente pela bagunça que alguns “paleto e gravata”tiram proveito e desviam dinheiro.

    Quanto a ele estar sendo ameaçado ele tem mais é que denunciar, chega de impunidade.

    Quanto a instituição que teve dinheiro desviado ele tem mais e que vir a publica e dizer qual foi para ser iniciada as investigações.

  20. Jeferson disse:

    É uma pena esse ocorrido, sempre fomos muito amigos da família do Miguel e do vereador Kleber. Nesse momento, se ainda lhes restar um pouco de decência, eles devem estar terrivelmente envergonhados pelo vexame que estão fazendo suas famílias passarem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *