Candidatos de outras cidades disputarão mais de 30 mil votos para deputado federal que devem ficar órfãos em Araxá em 2014

Araxá está na iminência de perder a sua cadeira no Congresso Nacional após os seis mandatos consecutivos do deputado federal Aracely de Paula. Mesmo que não assuma a Prefeitura de Araxá, no caso da cassação definitiva do prefeito Jeová, o parlamentar não parece disposto a tentar uma sétima candidatura depois de 24 anos em Brasília. Quem também não deve ser candidato a deputado federal neste ano é João Bittar, que não foi eleito em 2010, mas assumiu uma cadeira na Câmara dos Deputados como suplente. Na eleição passada, Aracely e Bittar obtiveram juntos em Araxá 32.758 votos, que serão muito disputados por candidatos de outras cidades se os dois não se candidatarem.


A imprensa de Uberlândia já especula que João Bittar deve ser candidato a deputado estadual, porém diante da possibilidade de Aracely não ser mais candidato, ele pode se animar a tentar herdar a maioria dos 21.431 votos que o deputado araxaense obteve em 2010. Se optar mesmo por uma candidatura a deputado estadual, Bittar provavelmente não terá nem os 11.327 votos que obteve em nossa cidade na última eleição para deputado federal, pois terá que enfrentar o deputado estadual araxaense Bosco. Além de realizar um bom trabalho em sua primeira legislatura, Bosco tem a seu favor o fato de Araxá não querer perder a sua cadeira na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.


É quase uma unanimidade em Araxá a opinião de que o único político que teria chances reais de se eleger deputado federal é o ex-prefeito Antônio Leonardo Lemos Oliveira, porém ele não está filiado a nenhum partido político. Desta forma, os candidatos de outras cidades devem ser empenhar ao máximo neste ano para tentar fisgar os 32.758 votos que Aracely e Bittar obtiveram juntos em 2010. Os deputados Marcos Montes e Aelton Freitas, que obtiveram 5.736 e 1.780 votos em Araxá, respectivamente, devem intensificar as suas campanhas por aqui visando juntar os votos que estarão soltos. Já o deputado petista Weliton Prado trabalha desde o ano passado para aumentar os 478 votos que obteve em nossa cidade na última eleição.


A campanha já começou. Ontem quem esteve em Araxá foi o deputado federal Diego Andrade, que é sobrinho do senador Clésio Andrade. Diego obteve 896 votos em 2010 aqui em nossa cidade. O deputado se reuniu com os vereadores araxaenses Marcílio da Prefeitura e Eustáquio Pereira, com vereadores de Ibiá e Perdizes, e com o delegado regional da Polícia Civil, Dr. Heli Andrade, que será candidato a deputado estadual neste ano. Diego também está de olho nos votos que ficarão órfãos se Aracely e Bittar não se candidatarem. Já que a nossa cidade não deve mesmo ter candidato, os votos dos 71.800 eleitores que Araxá possui atualmente ajudarão a eleger deputados federais de outros municípios.

This entry was posted in Cidade, Política, Região. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *