http://germanoafonso.com.br/wp-content/uploads/2014/10/aracely-21.jpg

O deputado federal Aracely de Paula, que ainda está em Brasília cuidando dos trâmites da sua renúncia para ser empossado prefeito de Araxá, informou ontem na sua página pessoal em uma rede social que foram empenhados R$ 3,5 milhões junto ao Ministério da Saúde para a Prefeitura Municipal da nossa cidade. Os recursos são oriundos de emendas parlamentares de Aracely ao Orçamento Geral da União deste ano.

Marcos disse:
Aprende agora Jeova a gorvenar,a ser politico e nao um palhaco como vc mesmo... continue lendo
FRANCO disse:
Demonstrou inteligência, já que vai renunciar ao cargo de deputado e tem... continue lendo
http://germanoafonso.com.br/wp-content/uploads/2014/10/1-ano.jpg

O programa Sem Censura está comemorando o seu primeiro aniversário no Diário de Araxá. No dia 25 de outubro do ano passado foi ao ar a primeira edição do Sem Censura na web rádio do jornal online comandado por Daniel Honorato, Jorge Mourão e Raphael Rios. Eu e o jornalista Saulo Aguiar apresentamos o programa juntos até o fim de janeiro deste ano, quando ele saiu por questões profissionais. Desde o início o meu amigo Alan Tannus é o responsável pela gravação e edição do programa. A edição comemorativa do Sem Censura já está no ar e destaca os 40 anos da Escola Polivalente.

Germano Afonso disse:
Amigo Marcinho, O sucesso do programa se deve a competência dos convidados que... continue lendo
Márcio Rosa disse:
Amigo Germano, parabéns a vc e toda equipe pelo sucesso, que seria certo, pois... continue lendo
http://germanoafonso.com.br/wp-content/uploads/2014/10/divida.jpg

Na entrevista coletiva que concedeu na última quarta-feira, dia 29, horas antes de ser afastado definitivamente da Prefeitura de Araxá pela Justiça Eleitoral, o ex-prefeito Jeová Moreira da Costa destacou que deixava cerca de R$ 12 milhões nos cofres públicos, valor que segundo ele seria suficiente para pagar o 13º salário e a gratificação de Natal aos servidores públicos municipais. Realmente esse valor está no caixa da Administração Municipal, mas são necessários R$ 16 milhões para pagar o 13º e a gratificação ao funcionalismo público. As receitas dos dois últimos meses deste ano não serão suficientes para pagar fornecedores, prestadores de serviços e as folhas de pagamento de novembro e dezembro. A Prefeitura deve terminar este ano com uma dívida de cerca de R$ 10 milhões.

Ana Paula disse:
Sem dizer que não sai o papel de comprovação ,dessa forma nossos horários... continue lendo
Andrade disse:
Ministerio publico e população precisa ficar atentos. Afinal trocamos 6 por... continue lendo
http://germanoafonso.com.br/wp-content/uploads/2014/10/vicente.jpg

Cinco secretários municipais que integravam o governo do ex-prefeito Jeová Moreira da Costa pediram exoneração hoje ao prefeito interino Miguel Júnior. Quatro deles já foram substituídos por secretários interinos. O secretário de Educação, Vicente Donizetti da Silva (Carioca), chegou a levar a sua carta de exoneração ao prefeito interino, mas depois de uma conversa entre os dois ficou decidido que ele permanece no cargo até a saída de Miguel. Como Carioca é do PT e Miguel do PMDB, a permanência do petista reforça a parceria dos dois partidos no município, como já acontece a nível estadual e federal, e não deixa a área da Educação sem comando neste momento de transição.

Fabio Oliveira disse:
Assino em baixo, ele presta serviço aqui na Tapira, gente honesta,... continue lendo
Jose Donizete disse:
Oliveira P Você tem razão. Auditoria já!!!! continue lendo

Base de apoio ao Governo Aracely será maioria na Câmara de Vereadores

http://germanoafonso.com.br/wp-content/uploads/2014/03/camara.jpg

A base de apoio ao novo Governo Municipal comandado por Aracely de Paula (PR) e Lídia Jordão (PP) será maioria na Câmara de Vereadores. Os papéis se inverteram. Governistas agora são oposicionistas e vice-versa. O vereador Garrado (PR) está numa situação inusitada, pois mesmo sendo do partido de Aracely ele apoiou a reeleição de Jeová Moreira e era o defensor mais ferrenho do ex-prefeito no Legislativo. Com Aracely no comando da Prefeitura de Araxá, já é dada como certa a reeleição de Miguel Júnior (PMDB) para a presidência da Câmara Municipal.

 

Confira quem está cotado para compor o secretariado do novo Governo Municipal

http://germanoafonso.com.br/wp-content/uploads/2014/10/310.jpg

Já recomeçaram as especulações sobre o secretariado do Governo Municipal sob o comando do deputado Aracely de Paula (PR), que será empossado prefeito de Araxá. Três nomes de futuros secretários municipais são praticamente certos: os dos irmãos Marco Antônio Rios (PSDB) e Cidinha Rios, e de Leandro Haddad (DEM). O engenheiro Marco Antônio será o secretário municipal de Desenvolvimento Urbano e sua irmã, a advogada Cidinha, pode ficar com o cargo de secretária de Assuntos Jurídicos. Já o professor Haddad pode ser o titular da Secretaria de Educação ou da pasta de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Parcerias.

 

Governo de Aracely pode ter um secretário municipal do PT

http://germanoafonso.com.br/wp-content/uploads/2014/09/pt.jpg

Uma situação que certamente seria considerada impossível em décadas passadas pode acontecer em breve na política araxaense. O Partido dos Trabalhadores (PT) pode fazer parte do governo de Aracely de Paula, que será empossado prefeito de Araxá nos próximos dias. Aracely e os petistas sempre foram adversários na política local, mas agora os tempos são outros. O fato do PT ter aderido recentemente ao governo do ex-prefeito Jeová Moreira da Costa não parece ser empecilho para que essa união aconteça. Para conseguir realizar uma boa administração, Aracely precisa estar alinhado com os governos Estadual e Federal, que serão comandados pelo PT.

 

Miguel Júnior assume Prefeitura e Jeová não é mais o prefeito de Araxá

http://germanoafonso.com.br/wp-content/uploads/2014/10/115.jpg

Jeová Moreira da Costa não é mais o prefeito de Araxá. O presidente da Câmara Municipal, Miguel Júnior, já assumiu a Prefeitura interinamente. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) comunicou via e-mail, às 14h35 de hoje, ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MG) que as liminares que mantinham Jeová e a vice-prefeita Edna Castro nos cargos foram anuladas pelo ministro João Otávio de Noronha. O tribunal mineiro então comunicou essas anulações à Justiça Eleitoral em Araxá e o juiz eleitoral Dr. Rodrigo Caríssimo providenciou a notificação do prefeito cassado.

 

Jeová se despede da Prefeitura de Araxá dizendo que um dos palhaços tem que sair de cena

http://germanoafonso.com.br/wp-content/uploads/2014/10/114.jpg

O prefeito cassado Jeová Moreira da Costa concedeu entrevista coletiva na manhã de hoje no Instituto Colombo, sede da Prefeitura de Araxá, para tentar sair por cima após ter a cassação do seu mandato confirmada por uma decisão monocrática do ministro João Otávio de Noronha, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas não colou. Mesmo sabendo que a decisão do TSE é definitiva, o prefeito cassado disse que não vai recorrer. Ao se despedir da Prefeitura Municipal, Jeová disse que “o povo de Araxá não merece esta palhaçada que está acontecendo aqui” e emendou: “A melhor maneira da gente realmente acabar com essa palhaçada é um dos palhaços sair de cena”.

 

Cassação não foi no TSE. Jeová e Edna já estavam cassados desde 2013

http://germanoafonso.com.br/wp-content/uploads/2014/10/j-e-e.jpg

Muitas pessoas estão afirmando nas redes sociais que o prefeito Jeová Moreira da Costa foi cassado ontem pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Não é verdade. Eu explico. No dia 12 de dezembro de 2013 Jeová e sua vice-prefeita Edna Castro foram cassados pela primeira vez pelo juiz eleitoral de Araxá Dr. Rodrigo Caríssimo por abuso de poder econômico na eleição municipal de 2012. A segunda cassação dos dois em primeira instância, pelo mesmo motivo, aconteceu no dia 16 de janeiro de 2014. Os advogados dos cassados recorreram ao Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG). No dia 29 de abril deste ano os desembargadores do tribunal mineiro confirmaram as duas cassações por unanimidade.